Tag: tostão

Tostão


Tostão, (callisia repens), também conhecida popularmente como: dinheirinho, dinheiro em penca; Planta perene, nativa das Américas Central e do Sul, herbácea, rasteira,  que alcança de 5 a 15 cm de altura.

Apresenta folhagem densa e muito ornamental, formada por caule ramificado,  folhas cerosas, verde sendo na parte inferior arroxeada.

Textura aveludada e delicada, o que torna a espécie valorizada no paisagismo; Porém o  tostão não tolera pisoteio e cultivada sob sol pleno torna a planta com aspecto avermelhado.

Com grande popularização, devido a cresça de trazer sorte e dinheiro para quem recebe de presente uma muda da planta.

Em projetos de paisagismo tostão é excelente para ser cultivada em:

Há inúmeras formas de introduzir a tostão na decoração, para a composição com harmonia no ambiente, tais como:

  • Bordadura, em bordas de edificações.
  • Forração sob arvores.
  • Suspensas em cestos.
  • Cultivo entre pedras.
  • Forração de estruturas.

Devido a  tostã não apresentar floração, ela se integra com facilidade a plantas de folhagens exuberante; Consulte as dicas de espécies para auxiliar na escolha das plantas do projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE:    Pândano.
  2. ARBUSTO:   Pleomele.
  3. FORRAÇÃO:    Grama amendoim.

Dicas para o cultivo saudável do  tostão:

  • Regue a planta a cada 10 dias, pois apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
  • A planta pode ser cultivada em solo com poucos nutrientes.
  • Realize mudas através de divisão de ramagens.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Dê espaçamento para o plantio de 30 cm entre as mudas e cultive bem rente ao muro.
  • Faça a poda de contenção da planta sempre que houver necessidade.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  tostão, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Apresenta folhagem densa e muito ornamental.

Textura aveludada e delicada.

Visite também os posts:

Cheflera.


Cerejeira ornamental.


Arvore do viajante.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Dinheirinho


Dinheirinho, (callisia repens), também conhecida popularmente como: dinheiro em penca, tostão; Planta perene, nativa das Américas Central e do Sul, herbácea, rasteira,  que alcança de 5 a 15 cm de altura.

Apresenta folhagem densa e muito ornamental, formada por caule ramificado,  folhas cerosas, verde sendo na parte inferior arroxeada.

Textura aveludada e delicada, o que torna a espécie valorizada no paisagismo; Porém o  dinheirinho não tolera pisoteio e cultivada sob sol pleno torna a planta com aspecto avermelhado.

Com grande popularização, devido a cresça de trazer sorte e dinheiro para quem recebe de presente uma muda da planta.

Em projetos de paisagismo dinheirinho é excelente para ser cultivada em:

Há inúmeras formas de introduzir a dinheirinho na decoração, para a composição com harmonia no ambiente, tais como:

  • Bordadura, em bordas de edificações.
  • Forração sob arvores.
  • Suspensas em cestos.
  • Cultivo entre pedras.
  • Forração de estruturas.

Devido a  dinheirinho não apresentar floração, ela se integra com facilidade a plantas de folhagens exuberante; Consulte as dicas de espécies para auxiliar na escolha das plantas do projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE:    Pândano.
  2. ARBUSTO:   Pleomele.
  3. FORRAÇÃO:    Grama amendoim.

Dicas para o cultivo saudável do  dinheirinho:

  • Regue a planta a cada 10 dias, pois apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
  • A planta pode ser cultivada em solo com poucos nutrientes.
  • Realize mudas através de divisão de ramagens.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Dê espaçamento para o plantio de 30 cm entre as mudas e cultive bem rente ao muro.
  • Faça a poda de contenção da planta sempre que houver necessidade.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  dinheirinho, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Apresenta folhagem densa e muito ornamental.
Textura aveludada e delicada.

Visite também os posts:

Cheflera.


Cerejeira ornamental.


Arvore do viajante.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Callisia repens


Callisia repens, também conhecida popularmente como: dinheirinho, tostão e dinheiro em penca; Planta perene, nativa das Américas Central e do Sul, herbácea, rasteira,  que alcança de 5 a 15 cm de altura.

Apresenta folhagem densa e muito ornamental, formada por caule ramificado,  folhas cerosas, verde sendo na parte inferior arroxeada.

Textura aveludada e delicada, o que torna a espécie valorizada no paisagismo; Porém o  Callisia repens, não tolera pisoteio e cultivada sob sol pleno torna a planta com aspecto avermelhado.

Com grande popularização, devido a cresça de trazer sorte e dinheiro para quem recebe de presente uma muda da planta.

Em projetos de paisagismo Callisia repens, é excelente para ser cultivada em:

Há inúmeras formas de introduzir a Callisia repens na decoração, para a composição com harmonia no ambiente, tais como:

  • Bordadura, em bordas de edificações.
  • Forração sob arvores.
  • Suspensas em cestos.
  • Cultivo entre pedras.
  • Forração de estruturas.

Devido a  Callisia repens, não apresentar floração, ela se integra com facilidade a plantas de folhagens exuberante; Consulte as dicas de espécies para auxiliar na escolha das plantas do projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE:    Pândano.
  2. ARBUSTO:   Pleomele.
  3. FORRAÇÃO:    Grama amendoim.

Dicas para o cultivo saudável do  Callisia repens:

  • Regue a planta a cada 10 dias, pois apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
  • A planta pode ser cultivada em solo com poucos nutrientes.
  • Realize mudas através de divisão de ramagens.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Dê espaçamento para o plantio de 30 cm entre as mudas e cultive bem rente ao muro.
  • Faça a poda de contenção da planta sempre que houver necessidade.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  Callisia repens, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Apresenta folhagem densa e muito ornamental.

Textura aveludada e delicada.

Visite também os posts:

Cheflera.


Cerejeira ornamental.


Arvore do viajante.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.