Tag: solo fértil

Primavera de flor branca


Primavera, (Bougainvillea spectabilis, Bougainvillea glabra); Trata-se de um arbusto lenhoso de médio a grande porte, muito ramificada e com a presença de uma grande quantidade de espinhos. Planta nativa do Brasil, das regiões leste e nordeste do pais.

Espécie conhecida também por: bouganville, buganvílea, três marias e flor primavera. Apresenta folhas pequenas com textura lisa e espessura fina, as flores são pequenas, de cor branca. Escandescente, (planta que tende a trepar em um apoio ou em outra planta). Sua inflorescência principal se dá na primavera e verão e esporadicamente durante todo ano, porém apresenta flores em menor quantidade.

A primavera é uma planta muito ornamental, com grandes ramagens. Muito utilizada em projetos de paisagismo devido sua resistência, floração em grande quantidade, extremamente ornamental quando cultivada em: pergolados, muros, paredes,  portões, em grandes vasos, arcos para acabamento, faz dela uma das plantas mais procuradas para projetos de paisagismo.

As vezes cultivada em grandes vasos, troncos grossos e retorcidos, muito ornamental. Que lembram o formato de bonsai e cria um efeito interessante junto a piscina, terraço ou isolada sobre gramado. E deve ser realizado a manutenção constante, para não perder o belo formato.

A propagação da planta é feita por alporquia ou estaquia. (quando os ramos são mergulhados em enraizadores e colocados em casca de arroz carbonizada ou areia mantidos úmidos).

Dicas para o cultivo saudável da primavera:

  • Cultive sob sol pleno, em solo fértil e bem drenado.
  • Realize a poda dos ramos quando não estiverem floridas, (aguarde a época de dormência da planta, para dar a forma desejada ao arbusto).
  • Para a planta apresentar uma maior floração, adube com fertilizante mineral NPK 04-14-08.
  • Regue a planta regularmente.


Inflorescência se apresenta em formato de cacho.

Inflorescência da planta primavera com flor branca.

Primavera cultivada em frente ao portão de entrada.

Visite também os posts:

Jardim em vaso

Primaveras

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Forração para jardim


As forrações são especies de plantas tolerantes a sombra e meia sombra; Sua principal utilidade esta na decoração dos espaços, como jardins e vasos, e realiza um acabamento perfeito em projetos de paisagismo.

A forração serve também para manterem o solo constantemente úmido e não permitir que as ervas daninhas se instale debaixo de arvores e dentro de vasos. Ideal para ser cultivadas sob arvores, arbustos, palmeiras ou ainda em locais do jardim onde a visita dos raios solares são escaços ou quase nulos.

Não há regras na escolha da espécie de forração, pode ser constituída apenas de folhagem ou espécies que floresçam, sendo as folhagem mais resistentes a sombra, enquanto as espécies que florem necessitam ser cultivadas em meia sombra para formação das flores.

As forrações são plantas que se alastram com facilidade e não costumam passar dos 30 cm de altura.

Cuidados que as forrações necessitam:

  • Regue 2 vezes na semana.
  • Adube com fertilizantes orgânicos, como por exemplo torta de mamona e pó de osso.
  • Replante as mudas uma vez ao ano, (no caso das espécies com flores).


Kalanchoe amarelo


O kalanchoe é uma planta nativa de Madagascar, seu porte chega atingir 30 cm de altura e possui folhas grossas de cor verde escuro com bordas onduladas.

Suas flores na natureza aparecem no final do outono e se mantém durante todo inverno, até a chegada da primavera. Porém os agricultores induzem a floração em outras épocas do ano, por este motivo, podemos encontra-las á venda durante o ano todo.

O kalanchoe é uma planta muito resistente e ao mesmo tempo delicada. Dê acordo com a região do Brasil  é conhecida por um nome diferente, como por exemplo: flor da fortuna, calandiva, kalanchoe ou ainda  flor do papai.

Trata-se de uma planta com um ciclo de vida de mais ou menos 2 anos, irá depender dos cuidados que a planta vai receber; Após este tempo a planta perde a força e vitalidade e necessita ser replantada. O kalanchoe é ideal para ser cultivado em floreiras ou como bordaduras em jardins, criando combinações de cores ou cultivado em uma única cor, (não há regras para realizar este cultivo).

Esta é uma das poucas plantas que se encontra com facilidade em floras, floriculturas, super mercados, com preços bem convidativos; Por ser uma espécie amplamente hibridada, a cada novo evento ou feiras deste segmento, o kalanchoe é apresentado com uma novidade nas cores, formas ou flores. Com uma ampla variedade de formas, cores e tons; Com flores que variam desde: vermelha, laranja, amarela, rosa, lilás e branca. Com pétalas simples, duplas até tripas que encarece, a planta, mas ainda deixa com bom preço e uma beleza muito maior. E dá a planta a possibilidade de ser empregada nos mais diversos estilos de arranjos florais e decorações de festas, casas, consultórios e escritórios.

Cuidados que o Kalanchoe necessita:

  • Cultive em solo bem drenado e fértil, rico em matéria orgânica.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
  • Realize a rega duas vezes na semana no verão e uma vez na semana no inverno.
  • Retire hastes velhas da planta á medida que murchem, para surgirem flores novas.
  • Não molhe as folhas e flores, pois pode causar apodrecimento.
  • Adube com fertilizante mineral NPK 04-14-08.


Kalanchoê amarelo cultivado em floreiras na janela.

Kalanchoê cultivado sob meia sombra.

Kalanchoê amarelo de flores com 6 camadas de pétalas.

Visite também os posts:

Agave gigante.

Violetas.

Afelandra.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.