Tag: sementes

Jabuticabeira


A jabuticabeira, (Plínia cauliflora), arvore nativa do Brasil, especificamente da Mata Atlântica. Com um grande potencial para comercialização. Pois é grande o consumo de  seus frutos, realizado através de: geleias, sucos, sorvetes, bebidas fermentadas, licores e em natura.

Além disso, a casca da jabuticaba apresenta elevado conteúdo de antocianina, substância com ação em prevenção de várias doenças. Entre os quais é mencionado o cozimento da casca, para a confecção de xarope, como remédio contra asma. O suco extraído da jabuticaba é culturalmente conhecido no estado de Minas Gerais como “jabuticabada”. A famosa jabuticabada era usada, por muitas tribos indígenas, para alimentar principalmente as gestantes, por ser um suco rico em ferro.

Muito cultivada em pomares domésticos. A jabuticabeira chega atingir até 15 m de altura, com tronco claro, liso, e folhas simples e pequenas. As mudas enxertadas,  produzem duas vezes ao ano; Após 2 anos de cultivo. Já a  muda da jabuticabeira realizada através de sementes leva entre 10 e 15 anos para frutificar.

Ornamental, a jabuticabeira é muito utilizada no paisagismo, além de atrair os pássaros, sua florada apresenta um aroma doce e suave, inconfundível e seus frutos agradam não apenas as crianças como os de maior idade também.Seus frutos pequenos, de casca negra e polpa branca aderida à única semente, crescem no tronco e ramos, dando uma característica peculiar à árvore.

Cuidados com a jabuticabeira.

  • Mantenha a terra úmida, uma dica é colocar uma garrafa grande com um furo na base, cheia de água ao lado do tronco. Porém regas constantes são indispensáveis para uma boa colheita.
  • Pode os ramos baixos deixando-os mais limpos que conseguir.
  • Entre-safras escove o tronco e galhos para retirar cascas e resíduos das frutas e flores antigas, para não se proliferarem fungos e doenças.
  • Adube com fertilizante químico NPK 04-14-08. Para auxiliar na produção dos frutos, não permitindo que as flores caiam e aumentando a produção de frutos.
  • Colha os frutos de sua jabuticabeira quando estiverem bem maduros,  pretos e brilhantes. Quanto mais maduros, mais doces são os frutos.


Tronco de jabuticabeira com botões de flores.

Tronco de jabuticabeira florido.

Tronco com jabuticabas semi- maduras.

Tronco com produção de jabuticabas maduras.

Visite também os posts:

Pitangueira.

Romã.


Tamareira de jardim


Pândano


NPK como usar ?

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Crista de galo


A crista de galo tem sua florada anual no verão, com flores  muito macias, dobradas e brilhantes, com uma textura aveludada. Existem variedades nas cores: amarela, laranja, rosa, creme, branca e roxa, porém a mais popular é a flor vermelha, que devido a seu aspecto e cor, dá o nome a espécie.

Cada planta é capaz de produzir milhares de sementes. Há variedades anãs, são indicadas por paisagistas para a composição de bordaduras e maciços, devido ao efeito colorido e atrair grande quantidade de borboletas em suas flores.

Uma curiosidade sobre a crista de galo, é que se trata de uma planta utilizada como verdura em vários países da Ásia, América do Sul e África.

Multiplica-se através de sementes, que devem ser semeadas em pequenas floreiras e após germinada, transplantada as mudas mais vistosas para canteiro definitivo. Exige solo fértil e enriquecido com matéria orgânica, regas freqüentes e sol pleno.

Para obter uma florada com maior qualidade, faça o plantio da crista de galo nos meses quentes, a partir do mês de  agosto. Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08. para garantir uma florada  livre de pragas e com maior quantidade de flores por planta.


Flor crista de galo na cor roxa.

Crista de galo na cor vermelha.

Flor crista de galo na cor laranja.

Visite também os posts:

Helicônia rostrata

Estrelítzia


Bananeira vermelha


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Jardim perfeito


14- Passos para criar seu jardim perfeito:

01- Nunca faça coleta de plantas do ambiente natural, escolha adquiri-las em lojas especializadas, ou dá forma mais antiga e que ajuda a criar laços, peça a famosa mudinha e a cultive com carinho.

02- Retire sempre as espécies invasoras, como por exemplo tiririca. E faça o constante manejo das espécies que se desenvolvem muito rápido, sufocando outras plantas e a ela mesma.

03- Introduza plantas medicinais; como por exemplo hortelã, poejo, guaco, erva cidreira etc…

04- Introduza espécies comestíveis: árvores frutíferas, que aceitam podas frequentes e podem ser cultivadas em vasos, como: (pitanga, jabuticaba, amora, romã, acerola); ou ainda canteiros com morangos.

 

05- Faça também canteiros com ervas aromáticas (temperos) como por exemplo: manjericão, manjerona, alecrim, salsa, cebolinha e outros.

06- Introduza local com água; como pequenas fontes, chafariz ou queda d’água. E molhe seu jardim no mínimo 2 vezes na semana.

07- Tenha em seu jardim um pequeno abrigo com água, frutos e sementes para atrair pássaros.

 

08- Escolha um pendente; Destes com pequenos sinos, ou pedras, dará um som especial com a passagem do vento em seu jardim.

09- Coloque lâmpadas e suporte para velas; O jardim ao anoitecer se mostra totalmente diferente. E com luminosidade artificial você irá usufruir ainda mais.

10- Coloque bancos ou redes, para um momento de relaxamentocontemplação.

 

11- Tente fazer compostagem (reciclagem) das casca dos vegetais; alimentos que sobram de sua cozinha. porem nunca recicle nada cozido, apenas as cascas e folhas cruas não dão cheiro desagradável.

12- Adube seu jardim. A forma de adubo mais comum para todas as espécies é o NPK 10-10-10.  e o NPK 04-14-08. Não há espécie que tenha contra indicação, apenas seu uso tem que ser feito de forma bem controlada, pois com exagero sua planta pode sofrer queimaduras nas folhas e até morrer. Adube todo mês na Primavera/Verão e a cada 2 meses no Outono/Inverno.

13- Não utilize apenas o chão para plantar, ou colocar vasos, aproveite também as paredes e muros, fixando vasos, jardineiras e treliças.

14- E por fim não tenha pressa, o jardim não precisa ficar pronto todo de uma vez. Deixe também a natureza escolher a forma que ela se adapta no espaço, algumas vezes você terá que trocar espécies de lugar, pois é só com seu toque e trabalho que chegará próximo a seu jardim perfeito.


Visite também os posts:

Molhar plantas com água da chuva.


Cuidados com a rega das plantas.


Jardim vertical.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.