Tag: pouca manutenção

Plantas de fácil cultivo


Mesmo na correria do dia a dia, é possível ter um lindo jardim em casa; Com a escolha correta de espécies que não exijam muita manutenção.

Ideal para quem não tem muito tempo livre para se dedicar a dica é que nem todas as plantas necessitam de muitos cuidados; Algumas espécies, como:

Estas espécies resistem bem à intensa insolação e podem ser boas alternativas para quem gosta de um ambiente com verde e vida.

Para quem dispõem de um espaço maior, as arvores de pequeno porte e os arbustos, são uma boa opção, não oferecem manutenção contínua, apenas cuidados trimestrais, e se consegue um bom resultado da espécie; E precisam de rega somente na ausência prolongada de chuvas e adubação quatro vezes no ano; Algumas espécies, como:

Se a opção for cultivar em vasos, especialistas alertam para o tamanho, pois quanto menor, apresentam menos nutrientes e mais cuidados será necessário para o cultivo; Já os maiores oferecem maiores reservas de água e nutrientes; É o que afirma paisagistas que realizam projetos de paisagismo utilizando vasos em pequenos espaços.


Espécies resistem bem à intensa insolação.

Ideal para quem não tem muito tempo livre para se dedicar ao cultivo de plantas.

Arvores de pequeno porte e arbustos, são uma boa opção, pois não oferecem manutenção contínua.

Quanto menor o vaso, eles apresentam menos nutrientes e mais cuidados.

Pergolado Mesa de madeira rústica Pergolado de bambu Decoração com caixas de feira Decoração com paletes

Visite também os posts:

 

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Chlorophytum comosum


Chlorophytum comosum, nome cientifico da planta popularmante conhecida como: grama de fita,  clorofito e gravatinha , é uma folhagem originária dos Estados Unidos, que apresenta longas folhas, de aspecto recurvado e pendente, folhas verdes, listrada de branco no centro, cresce em touceiras baixas, de 20 a 40 cm de altura.

A espécie apresenta folhas longas como fitas, o que dá nome a planta; E origina mudas á partir da floração, que se transforma em pequenos tufos de mudas.

Planta herbácea, perene, de folhagem ornamental, espécie rústica, semelhante a gramínea.

chlorophytum comosum, é muitas vezes confundida com a barba de serpente, por sua imensa semelhança, as duas espécies apresentam cores e formatos muito próximos na sua estrutura e coloração.

chlorophytum comosum é ideal para quem necessita realizar forração do jardim, porem encontra dificuldades com o excesso de sombra; Esta espécie de grama pode ser cultivada a meia sombra e necessita de pouca manutenção.

Devido sua folhagem exuberante o  chlorophytum comosum é ótima para formar maciços, cria contraste com plantas de cores escuras. A grama cresce rapidamente e tem sua florescência na ponta das ramagens, com flores pequenas e delicadas, passando despercebida aos olhos menos curiosos.

No paisagismo, o chlorophytum comosum presta-se como excelente forração, ideal para ser cultivada sob a copa de árvores ou para ladear muros, pontuar caminhos, realizar maciços isolados, criar volumes ou ainda ser cultivada em vasos e jardineiras.

Dicas para o cultivo saudável do chlorophytum comosum:

  • Cultive sob meia sombra, planta resistente a geadas.
  • Regue a planta a cada 10 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de divisão de touceira.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas e raízes velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10
  • Dê espaçamento no plantio de 20 cm entre as mudas e pode ser cultivado bem rente ao muro.

Seguindo estas dicas e cuidados com o chlorophytum comosum se manterá com boa aparência e livre de doenças e pragas, trazendo vida e colorido para o ambiente.


Folhagem originária da Africa do Sul, que apresenta longas folhas, de aspecto recurvado e pendente.

Origina mudas á partir da floração, que se transforma em pequenos tufos de mudas.

Folhas verde, listrada de branco no centro, longas como fitas.

Mudas da espécie, com raízes á mostra.

Planta herbácea, perene, de folhagem ornamental, espécie rústica, semelhante a gramínea.

Visite também os posts:

Grama amendoim.

Forração para jardim.

Lambari.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Gravatinha


Gravatinha, também conhecida como clorofito, grama de fita ( Chlorophytum comosum), é uma folhagem originária da Africa do Sul, que apresenta longas folhas, de aspecto recurvado e pendente, folhas verdes, listrada de branco nas bordas, cresce em touceiras baixas, de 20 a 40 cm de altura; A espécie apresenta folhas longas como fitas, o que dá nome a planta; E origina mudas á partir da floração, que se transforma em pequenos tufos de mudas.

Planta herbácea, perene, de folhagem ornamental, espécie rústica, semelhante a gramínea.

gravatinha, é muitas vezes confundida com a barba de serpente, por sua imensa semelhança, as duas espécies apresentam cores e formatos muito próximos na sua estrutura e coloração.

gravatinha é ideal para quem necessita realizar forração do jardim, porem encontra dificuldades com o excesso de sombra; Esta espécie de grama pode ser cultivada a meia sombra e necessita de pouca manutenção.

Devido sua folhagem exuberante a  gravatinha é ótima para formar maciços, cria contraste com plantas de cores escuras. A grama cresce rapidamente e tem sua florescência na ponta das ramagens, com flores pequenas e delicadas, passando despercebida aos olhos menos curiosos.

No paisagismo, a  gravatinha presta-se como excelente forração, ideal para ser cultivada sob a copa de árvores ou para ladear muros, pontuar caminhos, realizar maciços isolados, criar volumes ou ainda ser cultivada em vasos e jardineiras.

Dicas para o cultivo saudável da gravatinha:

  • Cultive sob meia sombra, planta resistente a geadas.
  • Regue a planta a cada 10 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de divisão de touceira.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas e raízes velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10
  • Dê espaçamento no plantio de 20 cm entre as mudas e pode ser cultivado bem rente ao muro.

Seguindo estas dicas e cuidados a gravatinha se manterá com boa aparência e livre de doenças e pragas, trazendo vida e colorido para o ambiente.


Folhagem originária da Africa do Sul, que apresenta longas folhas, de aspecto recurvado e pendente.

Origina mudas á partir da floração, que se transforma em pequenos tufos de mudas.

Visite também os posts:

Grama amendoim.

Forração para jardim.

Lambari.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.