Tag: poda de contenção

Trepadeira tumbérgia azul


A tumbérgia-azul, (Thunbergia grandiflora), planta nativa da Ásia e Índia;  É uma trepadeira perene, muito rústica e ornamental. Com grandes flores azuis, de centro branco, trepadeira que floresce o ano inteiro, porém com maior intensidade na primavera e verão.

Com folhas verde escura, a planta apresenta um crescimento rápido, tolera bem o frio subtropical. A trepadeira tumbérgia apresenta também uma variedade com flor de coloração inteiramente branca.

A trepadeira tumbérgia azul é muito utilizada em projetos de paisagismo que tenha em sua composição pergolado, arco, cerca e treliças. Planta que atrai polinizadores e agrega sofisticação ao ambiente; Com uma linda inflorescência terminal azul e a presença de uma grande quantidade de folhas, capaz de revestir com qualidade, cria privacidade no local onde é cultivada.

Dicas para o cultivo saudável da trepadeira tumbérgia:

  • Regue a planta a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de estaquias
  • Faça a poda de contenção da planta se houver necessidade, entre os meses de maio até agosto.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08. intercalada com farinha de osso que estimula uma intensa floração.


Trepadeira tumbérgia.

Trepadeira cultivada em cerca, sob sol pleno.

Detalhes da flor da tumbérgia pétalas azuis e miolo branco.

Inflorescência terminal azul. Observe a quantidade de botões que a planta apresenta.

Visite também os posts:

Sapatinho de judia.


Trepadeira para pergolado.


Trepadeira sanguíena.


Planta para muro.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Alamanda roxa


A alamanda roxa, carolina, dedal de moça e dedal-de-dama, ( Alamanda Cathartica),trepadeira nativa do Brasil, que apresenta vistosas flores e uma  folhagem espessa e bastante ornamental, composta de folhas verdes e vistosas o ano inteiro. Planta perene, semi-lenhosa de crescimento lento.

Alamanda roxa é uma trepadeira lactescente, semi-lenhosa do litoral norte, nordeste e leste do Brasil, muito vigorosa com variável tonalidades de flores, em: amarelo, rosa e roxa.

A alamanda roxa é uma trepadeira muito utilizada em projetos de paisagismo, pois trata-se de uma espécie muito resistente e de fácil manutenção, realiza de forma uniforme a cobertura do espaço onde é cultivada; Porém não é recomendada para o cultivo em pergolados, devido a sua floração ficar pouco exposta quando cultivada neste local.

Entretanto a alamanda roxa é a trepadeira ideal para ser cultivada em:

  • Cercas.
  • Pórticos.
  • Taludes.
  • Muros.

Sempre tutorada com arames muito firmes pois a planta  apresenta ramos fortes e pesado.

A alamanda roxa é muito introduzida em projetos de paisagismo residenciais, empresarias e urbanos, fazendo desta trepadeira uma das espécies mais conhecidas, pois esta sempre florida e suas folhas apresentam um verde com brilho destacado.

Apesar da alamanda roxa ser uma planta tão conhecida e introduzida em ambientes de grande circulação de pessoas trata-se de uma espécie lactescente, (produz látex resinoso e venenoso),  por este motivo deve se ter atenção no contato de crianças com a planta.

Dicas para o cultivo saudável da alamanda roxa:

  • Regue a planta a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, porém a alamanda roxa é uma planta que tolera bem o frio.
  • Realize mudas através de sementes ou estacas aproveitadas da poda
  • Faça a poda de contenção da planta se houver necessidade, entre os meses de maio até agosto.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.

A delicadeza da flor contrasta com a rusticidade da cerca de bambu.

Trepadeira que produz grande quantidade de flores, com folhas vigorosas.

Planta que atrai grande numero de insetos polinizadores.

Flor aveludada de cor vibrante.

Visite também os posts:

 

Trepadeiras.

Sapatinho de judia.

Primavera de flor branca.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Trepadeiras


Existem inúmeras espécies de trepadeiras e com certeza uma delas se encaixa nas necessidades e restrições de cada ambiente. A escolha deve ser feita levando em conta vários pontos, como: clima, espaço disponível, cor da floração, tempo de crescimento, manutenção etc…

Conheça algumas espécies, quanto as características e cuidados; As trepadeiras mais rústicas são espécies que necessitam de: menor manutenção e que se desenvolvem com muita facilidade, que pedem sol direto, podas de contenção no inverno, rega quinzenal e adubação poucas vezes ao ano; Um bom exemplo delas são:

  • A trepadeira alamanda de flores amarelas ou cor de vinho.
  • A trepadeira tumbérgia azul.
  • A trepadeira sapatinho-de-judia que tem floração terminal com flores amarelas.

Entre as trepadeiras mais delicadas, suas características são: desenvolvimento um pouco mais lento, quase não há necessidade de poda, cultivo sob meia sombra, rega semanal, são elas:

  • A trepadeira jade com floração terminal na cor azul ou vermelha.
  • A trepadeiras jasmim dos açores com flores brancas.
  • A trepadeira jasmim dos poetas, este com uma maior inflorescência na cor branca também.
  • A trepadeira lágrima de Cristo, com flores em parte branca em parte vermelha que florescem em boa parte do ano.

E ainda há uma espécie trepadeira inusitada que pode ser introduzida em projetos de paisagismo com um excelente efeito visual é o maracujá, com flores exóticas e ainda produz frutos na primavera, necessita de sol durante algum período do dia e com podas espaçadas e regas moderadas.


Floração amarela da trepadeira alamanda.

Floração cor de vinho da trepadeira alamanda.

Floração de cor azul da trepadeira tumbérgia azul.

Floração terminal da trepadeira Sapatinho de judia na cor amarela.

Visite também os posts:

 

Sapatinho de judia.


Trepadeira para pergolado.


Pergolado.


Pergolado de bambu.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.