Tag: poda de contenção

Murta


Murta, (Myrtus), também conhecida como: mirta, mirto, murta cheirosa, murta cultivada, murta das noivas, murta do jardim, murta verdadeira, murteira, murtinheira, murtinhos e murto; E trata-se de um gênero botânico que compreende algumas espécies de plantas com flor.

Da família das Myrtaceae, espécie nativa da Europa e da África. São plantas perenes, arbustivas com muitos ramos, que cresce até 5 metros de altura; Muito cultivada por todo o mundo.

A murta apresenta pequenas folhas verde escura, que quando esmagada, apresenta aroma agradável, devido ao seu óleo essencial;  As flores, geralmente brancas ou rosada, têm cinco pétalas e um número elevado de estames; Com fruto carnudo, muito atrativa para pássaros.

Devido a murta hospedar o psilídeo Diaphorina citri, transmissor do Greening, existem cidades com programa de erradicação da planta, pois tem causado bastante prejuízos aos citricultores.

Em projetos de paisagismo a planta é excelente para ser cultivada em jardim no estilo contemporâneo, clássicos, praças e parques, na forma de:

  • Bordas de edificações, na forma de bordadura com crescimento livre.
  • Bordas de edificações, na forma de bordadura trabalhado como Topiaria.
  • Conjunto de exemplares, como renques, trabalhado em Topiaria.
  • Isolada em gramados, com poda de contenção na forma de arvoreta.
  • Maciços, em gramados.
  • Cerca viva.
  • Bonsai.

A murta apresenta floração na cor branca, porém o que predomina é a folhagem exuberante e constante, desta forma a planta se integra com facilidade a espécies, que florescem em todas as cores, o ideal é realizar a harmonia de acordo a folhagem. Conheça algumas sugestões para facilitar na escolha das espécies para realizar o projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE: Pinheiros de todas as espécies.
  2. ARBUSTO: Pingo de ouro,  Buxinho.
  3. TOUCEIRA: Bambusa.
  4. FOLHAGEM:  Calathea tigrina.
  5. TREPADEIRA: Alamanda amarela.

Dicas para o cultivo saudável da murta:

  • Regue a planta  1 vez na semana.
  • Cultive sob meia sombra ou sombra.
  • Cultive em solo fértil, bem drenado e em solos com pouco calcário.
  • Realize mudas através de sementes, estacas ou alporquias.
  • Faça a poda de contenção da planta se houver necessidade, após a floração.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  murta, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Plantas perenes, arbustivas com muitos ramos. 

Planta se integra com facilidade a outras espécies.

Folhas verde escura, que quando esmagada, apresenta aroma agradável.

Com fruto carnudo, muito atrativa para pássaros.

Da família das Myrtaceae, espécie nativa da Europa e da África.

Cerca viva de murta.

Excelente para ser cultivada em jardim no estilo contemporâneo, clássicos, praças e parques.

Visite também os posts:

Grevílea.


Bottlebrush stiff.


Flor do papai.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Tabebuia chrysotricha


Tabebuia chrysotricha é a espécie de Ipê mais cultivado no pais; Conhecida também como:

  1. ipê amarelo cascudo,
  2. pau d’arco amarelo,
  3. ipê amarelo,
  4. ipê do morro,
  5. ipê do brejo,
  6. ipê tabaco,
  7. ipê açu.

Arvore nativa do Brasil,  desde o Espírito Santo até Santa Catarina, na floresta pluvial atlântica.

A espécie Tabebuia chrysotricha refere-se a presença de pelos densos, cor de ouro, nos ramos mais novos.

espécie caducifólia, o que significa que em um determinado período, as folhas da planta caem. E a queda das folhas é coincidente com o de floração que começa no final do inverno.

Quanto mais rigoroso o inverno maior a intensidade da floração do  Tabebuia chrysotricha. Essas flores tem a capacidade de atrair polinizadores, com destaque para os beija-flores, importantes agentes de polinização.

O Tabebuia chrysotricha é utilizado para a arborização urbana, que passa o ano inteiro sem ser notada, porém, quando floresce, a arvore se destaca durante um mês inteiro, período em que as flores permanecem na planta; E produz um magnífico efeito com suas flores, tanto na copa da árvore como no chão, pois cria um tapete florido aos pés da planta.

Em projetos de paisagismo a arvore é excelente para ser cultivada em jardim no estilo tropical, praças e parques, na forma de:

  • Conjunto de exemplares, em pequeno bosque.
  • Isolada em gramados, com crescimento livre.

O Tabebuia chrysotricha se integra com mais facilidade a espécies, nas cores:

  • Vermelha, laranja, amarela e branca.

Conheça sugestões para facilitar na escolha das espécies e realizar o projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE: Ipê branco ou Calistemo.
  2. ARBUSTO: Russelia.
  3. TOUCEIRA: Antúrio.
  4. TREPADEIRA: Alamanda amarela.ou Sapatinho de judia.

Dicas para o cultivo saudável do Tabebuia chrysotricha:

  • Regue a planta  1 vez na semana.
  • Cultive sob sol pleno, porém a  Tabebuia chrysotricha é uma planta que tolera bem o frio.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de sementes
  • Faça a poda de contenção da planta se houver necessidade, após a floração.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  Tabebuia chrysotricha, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Floração que começa no final do inverno.
Arvore nativa do Brasil, desde o Espírito Santo até Santa Catarina.
Quanto mais rigoroso o inverno maior a intensidade da floração.
Magnífico efeito com suas flores, tanto na copa da árvore como no chão, pois cria um tapete florido aos pés da planta.

Visite também os posts:

Cadeira americana.


Recicle janela de madeira.


Mesa de madeira.


Decoração com paletes.


Patina de demolição.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Grevílea


Grevílea, (Grevillea banksii), conhecida popularmente como: grevílea-anã, grevilha-de-jardim, grevílea-escarlate, grevílea-vermelha, arbusto perene, que pode atingir até 6 metros de altura, nativa da Austrália e Oceania, espécie que se adaptou muito bem ao Brasil, de aspecto exótico e floração ornamental.

Apresenta folhas recortadas e afiladas verde-acinzentadas na superfície e esbranquiçadas no verso. Inflorescências chamativas, de flores vermelhas, que não apresentam pétalas. A Grevílea floresce o ano todo e atrai muitos beija-flores, devido a alta produção de néctar em suas flores.

Ocorre ainda uma variedade de flores brancas. Porém a espécie mais cultivada é a de coloração vermelha que apresenta médio porte e baixa manutenção.

Em projetos de paisagismo a planta é excelente para ser cultivada em jardim no estilo tropical, pórticos, praças e parques, na forma de:

  • Conjunto de exemplares, na forma de renques ou pequeno bosque.
  • Isolada em gramados, com crescimento livre ou com poda de contenção na forma de arvoreta.

Devido o Grevílea apresentar floração vermelha, a planta se integra com mais facilidade a espécies que floresçam nas cores:

  • Vermelha, laranja, amarela e branca.

Conheça sugestões de espécies que se integram com harmonia, para realizar projeto e cultivo do jardim.

  1. ARBUSTO: Hibisco sabdariffa. Russelia.
  2. FOLHAGEM: Antúrio
  3. TREPADEIRA: Sapatinho de judia. Alamanda amarela.
  4. FORRAÇÃO: Lambari

Dicas para o cultivo saudável da grevílea:

  • Regue a planta  1 vez na semana.
  • Cultive sob sol pleno, porém a Grevílea tolera bem o frio.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de alporquias ou sementes.
  • Faça a poda de contenção da planta se houver necessidade, após a floração.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  Grevílea , ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Arbusto nativo da Austrália e Oceania, espécie que se adaptou muito bem ao Brasil.

Aspecto exótico e floração ornamental.

Folhas recortadas e afiladas verde-acinzentadas na superfície e esbranquiçadas no verso.

Arbusto perene, que pode atingir até 6 metros de altura.

Floresce o ano todo e atrai muitos beija-flores, devido a alta produção de néctar.

Folhas recortadas e afiladas verde-acinzentadas na superfície e esbranquiçadas no verso.

Arbusto nativo da Austrália e Oceania, espécie que se adaptou muito bem ao Brasil.

Visite também os posts:

Bancos de madeira

Plantas para muro

Sala de estar ao ar livre

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.