Tag: poda

Alamanda amarela


A alamanda amarela, carolina, dedal de moça e dedal-de-dama, ( Alamanda Cathartica), trepadeira nativa do Brasil, que apresenta vistosas flores e uma  folhagem espessa e bastante ornamental, composta de folhas verdes e vistosas o ano inteiro. Planta perene, semi-lenhosa de crescimento lento.

Alamanda amarela é uma trepadeira lactescente, semi-lenhosa do litoral norte, nordeste e leste do Brasil, muito vigorosa com variável tonalidades de flores, em:

  • Amarelo.
  • Rosa.
  • Vinho.

A alamanda amarela é uma trepadeira muito utilizada em projetos de paisagismo, pois trata-se de uma espécie muito resistente e de fácil manutenção, realiza de forma uniforme a cobertura do espaço onde é cultivada; Porém não é recomendada para o cultivo em pergolados, devido a sua floração ficar pouco exposta quando cultivada neste local.

Entretanto a alamanda amarela é a trepadeira ideal para ser cultivada em:

  • Cercas.
  • Pórticos.
  • Taludes.
  • Muros.

Sempre tutorada com arames muito firmes, pois a planta apresenta ramos fortes e pesado.

A alamanda amarela é muito introduzida em projetos de paisagismo residenciais, empresarias e urbanos, fazendo desta trepadeira uma das espécies mais conhecidas, pois esta sempre florida e suas folhas apresentam um verde com brilho destacado.

Apesar da alamanda amarela ser uma planta tão conhecida e introduzida em ambientes de grande circulação de pessoas trata-se de uma espécie lactescente, (produz látex resinoso e venenoso),  por este motivo deve se ter atenção no contato de crianças com a planta.

Dicas para o cultivo saudável da alamanda amarela:

  • Regue a planta a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, porém a alamanda amarela é uma planta que tolera bem o frio.
  • Realize mudas através de sementes ou estacas aproveitadas da poda
  • Faça a poda de contenção da planta se houver necessidade, entre os meses de maio até agosto.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.


Trepadeira que apresenta flores e folhas vigorosas.

Sementes da trepadeira alamanda.

Cultive sob sol pleno.

A alamanda deve ser tutorada com arames muito firmes pois a planta apresenta ramos fortes e pesado.

Visite também os posts:

 

Sapatinho de judia.

Trepadeira para pergolado.


Trepadeira sanguínea.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Fícus


Fícus, arvore nativa da Ásia, planta tropica, disseminou-se muito rápido por todas as regiões do Brasil. apresenta folhas ovaladas, verde escuro indo até um verde acinzentado, com manchas mais claras, na sub espécie “variegata”.

Fícus Benjamina é uma das espécies mais procuradas por cultivadores de bonsai amadores, devido a grande resistência e por poder ser cultivada no interior ou exterior dos ambientes. Planta fácil de ser encontrada nas floriculturas de todo país, com baixo custo e crescimento rápido e pode ser cultivada em todos tipos de solo.

Oferece uma grande sombra quando cultivada ao natural; Mas tolera a poda de muitas formas: de contenção, de topiaria, o que lhe confere preferência por diversos ornamentadores.

O fícus é uma arvore ideal para ser cultivada em grandes jardins, parques e praças, porém não é uma espécie indicada para o cultivo em calçadas, pois possuem enormes raízes, bem aparentes, que crescem desordenadas a procura de água, quebram calçadas, destrói tubulações de esgoto e arrebentão fiações e cabos. O que põe em risco as estruturas de prédios e casas.
E devido ao seu grande transtorno e prejuízos que a espécie oferece quando cultivada em calçadas, muitas prefeituras já permitem a retirada da arvore, sem muita burocracia.

Dicas para o cultivo saudável do fícus:

  • Regue a planta a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, porém a arvore tolera ambientes internos.
  • Realize mudas através de alporquias e estacas aproveitadas da poda.
  • Faça a poda da planta entre os meses de maio até agosto.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10. Apenas no caso de cultivo em vaso.


...Manchas mais claras, na sub espécie “variegata”.

As duas arvores do meio são da espécie fícus.

Fícus com porte pequeno ainda não apresenta dano a calçada.

Raiz da fícus já dominou o espaço do canteiro sob ela e esta erguendo a calçada com suas raízes

Visite também os posts:

 

Jabuticabeira.


Mangueira.


Ipê branco.

Ipê rosa.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Flor de primavera


A planta primavera, (Bougainvillea Spectabilis), é nativa do Brasil, (Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina), este arbusto escandente é popularmente confundido como trepadeira, devido sua grande capacidade de inflorescência e galhos muito longos.

O arbusto primavera trata-se de uma planta lenhosa, com presença de espinhos e muito vigorosa, com floração terminal, em galhos que podem atingir 20 metros de comprimento, em seu habitat natural, pois cresce apoiada em grandes árvores as utilizando como tutores.

Existem  duas variações da planta primavera:

  1. Spectabilis: tem cores mais intensas.
  2. Glabra: tem tons mais suaves e são mais resistentes ao frio.

O almirante Frances Luis Antoine de Bougainville, que esteve no Brasil nos anos 1767 a 1769. coletou alguns exemplares da planta e levou para o rei Luis XlV; Por este motivo o nobre homenageou o almirante, batizando a linda espécie tropical com o seu nome, e a difundiu pelo mundo todo.

E o nome mais conhecido na America do Sul é a “primavera”; Foi escolhido, devido apresentar uma inflorescência exuberante na estação da primavera na Europa; Já aqui na América do Sul a planta floresce na primavera  e também no início do outono.

A primavera é uma das plantas mais cultivadas nos jardins tropicais do mundo inteiro, nos projetos de paisagismo onde  há necessidade de introduzir uma grande quantidade de flores, uma boa opção é o arbusto primavera, pois a planta apresenta inúmeras cores em vários tons, como:

  • Branca.
  • Rosa.
  • Pink.
  • Roxa.
  • Laranja.

Dicas para o cultivo saudável da primavera:

  • Regue a planta a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, porém a primavera é uma planta que tolera bem o frio.
  • Realize mudas através de estacas aproveitas da poda e por alporquias.
  • Faça a poda de contenção da planta se houver necessidade, entre os meses de junho até agosto.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.


Primavera arbusto escandente.

Primavera com floração terminal na cor pink

Primavera com floração terminal na cor rosa.

Primavera.

Primavera com floração terminal na cor branca.

Visite também os posts:

Primavera de flor branca.


Primavera.


Cuidados com a rega das plantas.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.