Tag: planta de porte médio

Palmeira triangular


A palmeira triangular, (Dypsis decary), nativa da Ilha de Madagascar, na África; É uma planta que apresenta porte médio á grande, chegando atingir até 6 metros de altura, frutifica no outono e verão.

Trata-se de uma espécie com folhas cinza-azuladas, dispostas em três direções distintas e equidistantes; O que realiza um aspecto “triangular” na palmeira, tornando-se responsável pelo nome popular da planta.

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo em jardins no estilo tropical e mais ainda em jardins no estilo contemporâneo, devido ao desenho quase geométrico realizado pela estrutura da planta.

A palmeira triangular apresenta cor diferenciada e impacto visual grande, características que dá a planta destaque onde é cultivada; Com cultivo indicado em locais como:

  • Pórticos de entrada.
  • Isolada em gramados.
  • Em conjunto em grandes gramados.
  • Próximo á piscinas.
  • Próximo á lagos.

A palmeira triangular é muito encontrada em regiões litorâneas, pois apresenta grande resistência a maresia, planta rústica e de fácil manutenção.

Dicas para o cultivo saudável da palmeira triangular:

  • Regue a planta apenas em períodos de grande estiagem, pois a palmeira apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno.
  • A planta pode ser cultivada em solo arenoso e salino.
  • Realize mudas através de sementes.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas e pendões secos sempre que houver. necessidade, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.

Nativa da Ilha de Madagascar, na África.

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo.

Apresenta grande resistência a maresia.

Visite também os posts:

 

Areca bambu.

Tamareira de jardim.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Dypsis decary


A palmeira triangular, (Dypsis decary), nativa da Ilha de Madagascar, na África; É uma planta que apresenta porte médio á grande, chegando atingir até 6 metros de altura, frutifica no outono e verão.

Trata-se de uma espécie com folhas cinza-azuladas, dispostas em três direções distintas e equidistantes; O que realiza um aspecto “triangular” na palmeira, tornando-se responsável pelo nome popular da planta.

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo em jardins no estilo tropical e mais ainda em jardins no estilo contemporâneo, devido ao desenho quase geométrico realizado pela estrutura da planta.

Dypsis decary apresenta cor diferenciada e impacto visual grande, características que dá a planta destaque onde é cultivada; Com cultivo indicado em locais como:

  • Pórticos de entrada.
  • Isolada em gramados.
  • Em conjunto em grandes gramados.
  • Próximo á piscinas.
  • Próximo á lagos.

Dypsis decary é muito encontrada em regiões litorâneas, pois apresenta grande resistência a maresia, planta rústica e de fácil manutenção.

Dicas para o cultivo saudável da Dypsis decary:

  • Regue a planta apenas em períodos de grande estiagem, pois a palmeira apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno.
  • A planta pode ser cultivada em solo arenoso e salino.
  • Realize mudas através de sementes.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas e pendões secos sempre que houver. necessidade, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.

Nativa da Ilha de Madagascar, na África. 

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo.

 

Apresenta grande resistência a maresia.

 

Visite também os posts:

Areca bambu.


Tamareira de jardim.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Agave


Agave, (Angustifolia marginata), espécie nativa das Antilhas e México, planta semi-lenhosa, rodeada de folhas aglomeradas, suportadas a partir de um caule curto; Em seu formato assemelha-se a uma roseta grande, e pode atingir até 1 metro e 20 cm de altura.

Com folhas longas, que apresentam pequenos espinhos nas margens e termino das folhas, que variam de tamanho, dependendo das condições de cultivo, podendo atingir 60 cm de cumprimento; E apresentam faixas marginais brancas ou creme.

As flores da agave nascem nas cores amarelo-esverdeado ao branco, em panículas terminais. Suas hastes florais podem atingir 2 metros e meio de altura. A planta floresce 10 anos ou mais após o seu cultivo; E morrem após a floração; A reprodução é realizada a partir de mudas que nascem na base da planta mãe.

Em projetos de paisagismo tem seu uso muito restrito e limitado, principalmente em locais com presença de crianças, devido aos riscos de ferimentos causados por suas folhas com espinhos e pontas muito aguçadas. Cultivada em composição de grupos ou como planta isolada, consegue um efeito de beleza inigualável, devido sua aparência vistosa e seu verde vibrante. Apresentando-se uma espécie da família de agave de médio porte.

Deve ser cultivada sob sol pleno, a agave mostra grande resistência e não apresenta necessidade de regas constante; Apenas deve ser retirada as folhas velhas; Com uso de material de proteção como: luvas e óculos, (pois já foram registrados vários casos de acidentes graves, envolvendo as vistas de pessoas que a manipulam sem proteção).


Agave apresenta espinhos grandes nas pontas, porem sua beleza é incontestável.

Folhas rajadas de branco.

Agave em composição paisagística.

Esta espécie de agave apresenta porte médio, comparada a outras duas espécies cultivadas próxima e plantas.

Visite também os posts:

Agave gigante.


Suculentas


Bromélias

Estufa para plantas


Envie comentários.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.