Tag: perene

Peperômia variegata


Peperômia variegata , (peperomia scandens), ou simplesmente peperômia,  folhagem pendente muito ornamental, perene de aspecto delicado, nativa da America do Sul.

Folhas suculentas em formato de coração, verdes, com bordas amareladas ou totalmente brancas, são as variedades mais cultivadas da espécie. Com flores alongadas de aparência muito diferenciada com importância ornamental secundária.

Em projeto de paisagismo deve ser cultivada em jardineiras, cestas e vasos suspensos, isolada ou em conjunto, trata-se da folhagem pendente mais cultivada, devido a fácil manutenção, grande disponibilidade de venda e baixo custo. A peperômia variegata é ideal para ser cultivada em jardim de inverno em estilos:

  • Contemporâneo.
  • Tropical.

Há inúmeras variedades de peperômias, tais como:

  • Peperômia Filodendro.
  • Peperômia Melancia.
  • Peperômia Esmeralda ondulada.
  • Peperômia Folha de hera.
  • Peperômia vermelha.

Sugestões:

Espécie que se integram com Peperômia variegata, para realizar projeto de paisagismo.

  1. TOUCEIRA: Formio.
  2. FOLHAGEM: Antúrio
  3. FORRAÇÃO: LambariMal me quer.

Dicas para o cultivo saudável da peperômia variegata:

  • Regue a planta a cada 10 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob meia sombra ou sombra.
  • Cultive em substratos ricos em matéria orgânica, como: fibra de coco, misturado com terra vegetal.
  • Realize mudas através de divisão de ramagens.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube a planta alternando adubo orgânico e fertilizante mineral, para não compactar o solo.

Siga estas dicas de cultivo e a peperômia variegata se manterá com aparência exuberante, dando vida e colorido na decoração do ambiente, e ainda livrá a espécie de doenças e pragas.


Trata-se da folhagem pendente mais cultivada, devido a fácil manutenção.

Folhas suculentas em formato de coração, verdes, com bordas amareladas ou totalmente brancas.

Folha mesclada.

Folha branca.

Flores alongadas de aparência muito diferenciada com importância ornamental secundária.

Visite também os posts:

Antonina

Ilha do Mel

Estufa de vidro Paraná

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Sansevieria trifasciata var laurentii


Sansevieria trifasciata var laurentii, nome cientifico de planta também conhecida popularmente como: rabo de lagarto, língua de sogra e sanseviéria; Planta nativa da África, tem aspecto bem distinto das demais, espécie entouceirada, herbácea formada por rizomas, perene, sem caule, de 70 a 90 cm de altura, com folhas espessas.

São cultivadas diversas variedades de folhas com listras amarelas de folhas longas, curtas em tons de verdes variados. Possui inflorescências longas, com flores brancas e pequenas, de importância ornamental secundária.

Cultivada em ambientes internos e externos; Espécie de fácil manutenção que apresenta grande resistência; Se desenvolve melhor quando cultivada em locais à meia-sombra, mas toleram tanto o sol pleno quanto ambientes internos.

Em projetos de paisagismo a espada de são jorge, pode ser cultivada em forma de maciços em grupos, bordaduras ou renques. Em jardim no estilo:

  • Árido ou desértico.
  • Contemporâneo.

Sugestões:

Espécie que se integram com a sanseviéria para realizar projetos de paisagismo.

  1. TOUCEIRA: Lança de são jorge.
  2. FORRAÇÃO: Suculentas.
  3. ARBUSTO: Cactos.
  4. Agave.
  5. Bromélia.

Dicas para o cultivo saudável da Sansevieria trifasciata var laurentii:

  • Regue a planta a cada 10 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Evite regas demasiadas, pois pode causar o apodrecimento da planta.
  • Cultive sob sol pleno, porém a Sansevieria trifasciata var laurentii é uma planta que tolera bem o frio.
  • A planta pode ser cultivada em solo arenoso com poucos nutrientes.
  • Realize mudas através de divisão de touceira.
  • Realize limpeza da planta quando cessar a floração.
  • Troque a planta de vaso assim que as raízes preencherem o vaso todo.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Dê espaçamento para o plantio de 15 cm entre as mudas e cultive bem rente a muros e paredes.
    Siga estas dicas de cultivo e a Sansevieria trifasciata var laurentii se manterá com aparência exuberante, desta forma trará vida e colorido na decoração do ambiente, e ainda livrá a espécie de doenças e pragas.

    Cultivada em ambientes internos e externos.

    Pode ser cultivada em forma de maciços em grupos, bordaduras ou renques.

    Possui inflorescências longas, com flores brancas e pequenas.

Visite também os posts:

Bancos de madeira

Plantas para muro

Sala de estar ao ar livre

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Espada de são jorge


Espada de são jorge, (Sansevieria trifasciata var laurentii), conhecida também popularmente como: rabo de lagarto, língua de sogra e sanseviéria; Planta nativa da África, tem aspecto bem distinto das demais, espécie entouceirada, herbácea formada por rizomas, perene, sem caule, de 70 a 90 cm de altura, com folhas espessas.

São cultivadas diversas variedades de folhas com listras amarelas de folhas longas, curtas em tons de verdes variados. Possui inflorescências longas, com flores brancas e pequenas, de importância ornamental secundária.

Cultivada em ambientes internos e externos; Espécie de fácil manutenção que apresenta grande resistência; Se desenvolve melhor quando cultivada em locais à meia-sombra, mas toleram tanto o sol pleno quanto ambientes internos.

Em projetos de paisagismo a espada de são jorge, pode ser cultivada em forma de maciços em grupos, bordaduras ou renques. Em jardim no estilo:

  • Árido ou desértico.
  • Contemporâneo.

Sugestões:

Espécie que se integram com a sanseviéria para realizar projetos de paisagismo.

  1. TOUCEIRA: Lança de são jorge.
  2. FORRAÇÃO: Suculentas.
  3. ARBUSTO: Cactos.
  4. Agave.
  5. Bromélia.

Dicas para o cultivo saudável da espada de são jorge:

  • Regue a planta a cada 10 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Evite regas demasiadas, pois pode causar o apodrecimento da planta.
  • Cultive sob sol pleno, porém a espada de são jorge é uma planta que tolera bem o frio.
  • A planta pode ser cultivada em solo arenoso com poucos nutrientes.
  • Realize mudas através de divisão de touceira.
  • Realize limpeza da planta quando cessar a floração.
  • Troque a planta de vaso assim que as raízes preencherem o vaso todo.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Dê espaçamento para o plantio de 15 cm entre as mudas e cultive bem rente a muros e paredes.
    Siga estas dicas de cultivo e a espada de são jorge se manterá com aparência exuberante, desta forma trará vida e colorido na decoração do ambiente, e ainda livrá a espécie de doenças e pragas.

    Pode ser cultivada em forma de maciços em grupos, bordaduras ou renques.

    Cultivada em ambientes internos e externos.

    Possui inflorescências longas, com flores brancas e pequenas.

Visite também os posts:

Bancos de madeira

Plantas para muro

Sala de estar ao ar livre

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.