Tag: Pennisetum Setaceum

Pennisetum setaceum


Pennisetum setaceum, nome cientifico do capim conhecido popularmente como: capim do Texas ou capim chorão, uma planta perene, nativa da África e Ásia, trata-se de uma gramínea de folhagem densa, com  folhas afiladas e longas e inflorescência muito ornamental e diferenciada, com flores reunidas em inflorescência cilíndrica.

A planta forma touceiras de 40 a 60 cm de altura, com flores de aspecto leve e suave, em forma de plumas, em cores que acompanham os tons da folhagem; Sendo rosada na planta de folha vermelha e roxa e esbranquiçadas na planta de folha verde.

As variedades mais cultivadas, são: Rubrum, Cupreum, Atrosanguineum, Purpureum e Eaton Canyon,sendo a ultima uma variedade miniatura.

Com efeito paisagístico  inovador e chama atenção principalmente daqueles que buscam diversidade e fogem do óbvio, podendo ser cultivada em: maciços, bordaduras e canteiros.

O pennisetum setaceum é uma espécie de baixa manutenção e apresenta muita rusticidade a planta rebrota com vigor após poda drástica, geada e até após queimadas; A estrutura e características da planta faz com que seja cultivada em projetos de jardins contemporâneo, árido e desértico.

Também recomendado para o controle de erosão. Porém, é considerada uma planta de alto risco de invasão ambiental, tendo em seu histórico problemas ecológicos em alguns países. Mas atualmente há variedades estéreis em cultivo, com baixo poder invasivo, que só podem ser propagadas de forma vegetativa.

Dicas para o cultivo saudável do Pennisetum setaceum:

  • Cultive sob meia sombra ou sombra.
  • Regue a planta a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive em solos secos ou úmidos.
  • A planta pode ser cultivada em solo pobre, ácidos ou alcalinos.
  • Realize mudas através de divisão de touceira e por sementes nas variedades férteis.
  • Faça a poda drástica da planta no início do outono.
  • A planta não apresenta necessidade de adubação.


 

O capim do Texas é uma espécie de baixa manutenção e apresenta muita rusticidade.

 

A planta forma touceiras de 40 a 60 cm de altura, com flores de aspecto leve e suave, em forma de plumas.

Gramínea de folhagem densa e inflorescência muito ornamental e diferenciada.

Flores reunidas em inflorescência cilíndrica.

Visite também os posts:

Jardim desértico ou árido.

Lança de são jorge.

Bromélias.

Agave.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Capim chorão


O capim chorão ou capim do Texas, (Pennisetum setaceum), é uma planta perene, nativa da África e Ásia, trata-se de uma gramínea de folhagem densa, com  folhas afiladas e longas e inflorescência muito ornamental e diferenciada, com flores reunidas em inflorescência cilíndrica.

A planta forma touceiras de 40 a 60 cm de altura, com flores de aspecto leve e suave, em forma de plumas, em cores que acompanham os tons da folhagem; Sendo rosada na planta de folha vermelha e roxa e esbranquiçadas na planta de folha verde.

As variedades mais cultivadas, são: Rubrum, Cupreum, Atrosanguineum, Purpureum e Eaton Canyon, sendo a ultima uma variedade miniatura.

Com efeito paisagístico  inovador e chama atenção principalmente daqueles que buscam diversidade e fogem do óbvio, podendo ser cultivada em: maciços, bordaduras e canteiros.

O capim chorão é uma espécie de baixa manutenção e apresenta muita rusticidade a planta rebrota com vigor após poda drástica, geada e até após queimadas; A estrutura e características da planta faz com que seja cultivada em projetos de jardins contemporâneo, árido e desértico.

Também recomendado para o controle de erosão. Porém, é considerada uma planta de alto risco de invasão ambiental, tendo em seu histórico problemas ecológicos em alguns países. Mas atualmente há variedades estéreis em cultivo, com baixo poder invasivo, que só podem ser propagadas de forma vegetativa.

Dicas para o cultivo saudável do capim chorão:

  • Cultive sob meia sombra ou sombra.
  • Regue a planta a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive em solos secos ou úmidos.
  • A planta pode ser cultivada em solo pobre, ácidos ou alcalinos.
  • Realize mudas através de divisão de touceira e por sementes nas variedades férteis.
  • Faça a poda drástica da planta no início do outono.
  • A planta não apresenta necessidade de adubação.


 

O capim do Texas é uma espécie de baixa manutenção e apresenta muita rusticidade.

Gramínea de folhagem densa e inflorescência muito ornamental e diferenciada.

A planta forma touceiras de 40 a 60 cm de altura, com flores de aspecto leve e suave, em forma de plumas.

Flores reunidas em inflorescência cilíndrica.

Visite também os posts:

Jardim desértico ou árido.

Lança de são jorge.

Bromélias.

Agave.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Projeto e cultivo de jardins


Para projetar e construir um jardim no estilo que deseja, é necessário seguir alguns passos e realizar a manutenção contínua, com o uso de algumas técnicas.

  1. Fertilize o solo, (alternando fertilizante orgânico, com fertilizante químico). Para não compactar o solo.
  2. Realize corretamente a regas de suas plantas.
  3. Adquira mudas de boa procedência, pois desta forma o risco de sua planta portar algum fungo ou praga, é menor.
  4. Prepare o local onde irá cultivar as plantas.

Para projetar e construir um jardim é necessário seguir alguns passos e realizar a manutenção contínua,

…Primeiros passos…

De inicio é necessário medir o local onde será implantado o jardim e neste espaço detectar se há:

  1. Local que recebe mais incidência solar.
  2. Local de meia sombra.
  3. Local de sombra.
  4. Local que recebe muito vento.
  5. Posições, Norte, Sul, Leste e Oeste.

Feito isto; escolha o estilo de jardim, dê preferência, um estilo que combine com a arquitetura da construção já existente.

Escolhido o estilo de jardim, pesquise quais espécies de planta pertencem ao estilo de jardim escolhido e entre estas plantas, selecione as espécies que o proprietário do futuro jardim mais simpatiza.

Com os dados em mão, organize as espécies, de acordo com a necessidade que cada uma tem de receber: raios de sol, sombra e vento.

Organize as plantas de acordo com:

  • Disponibilidade de espaço.
  • Tamanho e quantidade das espécies.
  • Utilize sua criatividade, técnica e intuição.

É comum a preocupação maior com os canteiros, porém é necessário embelezar também os caminhos, combinar as cores das espécies, atribuir altas e baixas camadas de plantas e enquadrar o espaço exterior. Uma dica importante é utilizar bordas com curvas nos canteiros e maciços, pois realizam efeito mais harmônico e decorativo e complementam a imagem do jardim, com aspecto mais natural ao local.

Utilize bordas com curvas nos canteiros e maciços, pois realizam efeito mais harmônico e decorativo.

…Cuidados com a rega…

Um dos principais cuidados que você deve ter com o seu jardim, é com a hidratação das plantas.

  • Não regue muito, para não favorecer o aparecimento de fungos ou apodrecimento das raízes.
  • E também, não regar pouco, para que a planta não sobrecarregue seu sistema, para sobreviver com pouca água e neste caso as folhas maiores irão perder o brilho até secar, para manter viva as folhas mais jovens, e garantir a sobrevivência da planta.

As plantas necessitam receber mais água nas estações: Primavera/Verão, por dois motivos:

Por se tratar de estações mais quentes, o solo e a planta desidratam com mais rapidez.

E também é neste período que a maioria das espécies estão em plena produção de: folhas, flores, frutos e mudas. Neste período o indicado é regar suas plantas de 2 a 4 vezes na semana.

Já no Outono/Inverno, as plantas tendem a entrar num período de dormência, onde necessitam de menos água e quase não ocorre evaporação da água do solo e das plantas. Neste período é indicado regar as plantas de 1 a 2 vezes na semana.

Portanto, uma forma de controlar a rega e saber se está correta é encostar a mão na terra, se estiver seca significa que está na hora de molhar suas plantas.

…Seleção de plantas e confecção de bordas…

Para realizar esta tarefa, com sucesso, escolha bem o local para aquisição das mudas, quando as mudas não são de boa procedência, a qualidade do jardim fica prejudicada, pois ele corre o risco de sofrer infestações de doenças e pragas.

Uma dica importante para adquirir mudas com maior segurança é que observe se as mudas apresentam algum cheiro específico, como por exemplo o de fumo, pois isso é um indício que as mudas passaram por processo de infestação de pragas, portanto corre o risco de ainda haver algum tipo de doença ou praga nas mudas e é recomendável que não as compre.

Para o canteiro adquirir um aspecto profissional é necessário que alem do cultivo das espécies principais, de maior destaque, também seja introduzido bordas com forrações,  junto a estas espécies; As bordas podem ser realizadas com as seguintes forrações:

  • Mudas de espécies rasteiras: margaridas africanas, lobélias, lantana branca, lantana amarela, coloridas ou até mesmo grama amendoim.
  • Mudas de espécies com porte pequeno: lavanda, astro-melia amarela, laranja ou vermelha, lírios, etc…
  • Materiais naturais: casca de pinos triturada, pedras brancas, seixos de rio, argila expandida.

Para um melhor efeito visual, adquira espécies ou materiais que contrastem com o verde do gramado. Um projeto de jardim, com baixa manutenção, é necessário introduzir como forração, plantas e flores que não requerem muitos cuidados ou ainda materiais naturais. Espécies que duram  mais do que uma estação, fará com que  seu trabalho se mantenha por mais tempo.

A maioria das espécies que florescem, (quando bem cultivadas), enfeitam o jardim desde o inicio da primavera até o final do outono.

Para ter um bom impacto visual, a borda do canteiro não necessita ser larga ou complexa. Basta escolher três a quatro espécies, para realizar um efeito colorido e alegre nos canteiros, as bordas transformam as características dos canteiros, dando harmonia, equilíbrio e beleza em todo o conjunto de plantas cultivadas, integrando as espécies de tamanhos diferentes e organizando todo o espaço do jardim.

Escolha três a quatro espécies para realizar um efeito colorido e alegre nas bordas dos canteiros.

…Paredes e muros dos canteiros…

Para suavizar o aspecto frio das parede e muros em canteiros e jardins e deixa-los um pouco mais natural introduza espécies com o auxílio de treliças ou crie renques com espécies de médio ou grande porte (na altura).

Existem várias espécies apropriadas para realizar este efeito, um bom exemplo para criar renques é o capim do Texas, (Pennisetum setaceum).” Esta espécie é uma gramínea de folhagem densa com inflorescências decorativa, planta ideal para dar movimento ao jardim e criar contraste com o aspecto rústico e estático de paredes e muros.

A dica de espécie para cultivar em treliças são trepadeiras, como por exemplo: tumbérgia azul ou lágrima de Cristo, pois se fixam na treliça deixando suas flores sempre a mostra.

Tumbérgia azul se fixa na treliça deixando suas flores sempre a mostra.

…Caminhos do jardim…

Como o principal objetivo é criar harmonia e equilíbrio no jardim,você necessita realizar algumas tarefas periodicamente, como:

  • Limpe os caminhos.
  • Apare das bordas dos canteiros.
  • Realize poda de contenção em cercas vivas e trepadeiras.
  • Retire folhas, galhos e raízes velhas das plantas.

Assim o espaço é ampliado e ainda cria um destaque para a beleza das plantas e flores que constituem os canteiros do jardim.

Para criar equilíbrio em canteiros e jardins, enquadre um ponto focal e crie um ambiente claro e definido, tenha sempre o cuidado de não permitir espécies maiores sobrepondo as menores e cultive as plantas sempre respeitando o espaço necessário entre as espécies, para não sufoca-las e uma planta não roubar a beleza da outra.

Siga as dicas e realize as tarefas e você terá um jardim com harmonia e equilíbrio e irá conviver com a beleza, aromas e boas surpresas de um jardim com equilíbrio e harmonia.

Assim conviva com a beleza, aromas e boas surpresas de um jardim com equilíbrio e harmonia.

Visite também os posts:

Jardim clássico.

Parque do Ipiranga.


Jardim desértico ou árido.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.