Tag: pendões

Palmeira triangular


A palmeira triangular, (Dypsis decary), nativa da Ilha de Madagascar, na África; É uma planta que apresenta porte médio á grande, chegando atingir até 6 metros de altura, frutifica no outono e verão.

Trata-se de uma espécie com folhas cinza-azuladas, dispostas em três direções distintas e equidistantes; O que realiza um aspecto “triangular” na palmeira, tornando-se responsável pelo nome popular da planta.

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo em jardins no estilo tropical e mais ainda em jardins no estilo contemporâneo, devido ao desenho quase geométrico realizado pela estrutura da planta.

A palmeira triangular apresenta cor diferenciada e impacto visual grande, características que dá a planta destaque onde é cultivada; Com cultivo indicado em locais como:

  • Pórticos de entrada.
  • Isolada em gramados.
  • Em conjunto em grandes gramados.
  • Próximo á piscinas.
  • Próximo á lagos.

A palmeira triangular é muito encontrada em regiões litorâneas, pois apresenta grande resistência a maresia, planta rústica e de fácil manutenção.

Dicas para o cultivo saudável da palmeira triangular:

  • Regue a planta apenas em períodos de grande estiagem, pois a palmeira apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno.
  • A planta pode ser cultivada em solo arenoso e salino.
  • Realize mudas através de sementes.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas e pendões secos sempre que houver. necessidade, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.

Nativa da Ilha de Madagascar, na África.

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo.

Apresenta grande resistência a maresia.

Visite também os posts:

 

Areca bambu.

Tamareira de jardim.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Dypsis decary


A palmeira triangular, (Dypsis decary), nativa da Ilha de Madagascar, na África; É uma planta que apresenta porte médio á grande, chegando atingir até 6 metros de altura, frutifica no outono e verão.

Trata-se de uma espécie com folhas cinza-azuladas, dispostas em três direções distintas e equidistantes; O que realiza um aspecto “triangular” na palmeira, tornando-se responsável pelo nome popular da planta.

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo em jardins no estilo tropical e mais ainda em jardins no estilo contemporâneo, devido ao desenho quase geométrico realizado pela estrutura da planta.

Dypsis decary apresenta cor diferenciada e impacto visual grande, características que dá a planta destaque onde é cultivada; Com cultivo indicado em locais como:

  • Pórticos de entrada.
  • Isolada em gramados.
  • Em conjunto em grandes gramados.
  • Próximo á piscinas.
  • Próximo á lagos.

Dypsis decary é muito encontrada em regiões litorâneas, pois apresenta grande resistência a maresia, planta rústica e de fácil manutenção.

Dicas para o cultivo saudável da Dypsis decary:

  • Regue a planta apenas em períodos de grande estiagem, pois a palmeira apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno.
  • A planta pode ser cultivada em solo arenoso e salino.
  • Realize mudas através de sementes.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas e pendões secos sempre que houver. necessidade, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.

Nativa da Ilha de Madagascar, na África. 

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo.

 

Apresenta grande resistência a maresia.

 

Visite também os posts:

Areca bambu.


Tamareira de jardim.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Palmeira phoenix


A palmeira phoenix, (Phoenix roebelenii), também conhecida como tamareira de jardim, é uma palmeira nativa do Vietnã e Tailândia, espécie perene. E de acordo com cada região do Brasil apresenta nomes diferentes.

A inflorescência da planta se dá em grande quantidade, com pequenas flores amarelas, que dão origem a frutos amarronzados, do tipo drupa, muito apreciados pelos pássaros.

palmeira phoenix chega atingir até 4 metros de altura e apresenta crescimento moderado a lento.

Em projetos de paisagismo a espécie deve ser cultivada isolada; Porém na natureza, aparece em touceira, com vários troncos que partilham do mesmo sistema radicular.

Sua beleza é muito valorizada, com grande cultivo em parques, canteiros de avenidas, jardins residenciais e comerciais. Sendo uma palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo no estilo tropical e também no estilo contemporâneo.

palmeira phoenix aceita ser cultivada em solo e também em vaso; E para maior qualidade no cultivo, realize uma mistura com partes iguais de:

  • Composto orgânico.
  • Terra.
  • Areia.

A palmeira phoenix pode ser cultivada em ambientes internos desde que receba ventilação e luz direta natural.

Dicas para o cultivo saudável da palmeira phoenix:

  • Regue a planta a cada 15 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra, em ambientes internos a planta deve receber luz direta por 3 ou 4 horas diárias.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado, a espécie é tolerante a salinidade do solo.
  • Realize mudas através de sementes e da separação de brotos que nascem entorno da planta mãe.
  • Realize limpeza anual da planta, retirando folhas e pendões velhos, para revitalizar a planta, (muita cautela neste procedimento, pois a planta apresenta espinhos na base das folhas).
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.


    Fruto da palmeira phoenix.

    Frutos amarronzados, do tipo drupa, muito apreciados pelos pássaros.

    Em projetos de paisagismo a espécie deve ser cultivada isolada.

    A palmeira phoenix, aceita ser cultivada em solo e também em vaso.

    Na natureza, aparece em touceira, com vários troncos que partilham do mesmo sistema radicular.

    Visite também os posts:

    Areca bambu.


    Cica.


    Envie comentário.

    Tire suas dúvidas.

    Curta no Facebook.

    Siga no twitter.