Tag: palha de arroz

Murta das noivas


Murta das noivas, (Myrtus), conhecida por diversos nomes diferentes em cada região do Brasil, como:

  1. murta cheirosa,
  2. murta cultivada,
  3. murtinha,
  4. murta do jardim,
  5. murta verdadeira,
  6. murtinheira,
  7. murtinheiro,
  8. murtinhos
  9. murta,
  10. murto,
  11. mirta,
  12. mirto.

E trata-se de um gênero botânico que compreende algumas espécies de plantas com flor.

Da família das Myrtaceae, espécie nativa da Europa e da África. São plantas perenes, arbustivas com muitos ramos, que cresce até 5 metros de altura; Muito cultivada por todo o mundo.

murta das noivas apresenta pequenas folhas verde escura, que quando esmagada, apresenta aroma agradável, devido ao seu óleo essencial;  As flores, geralmente brancas ou rosada, têm cinco pétalas e um número elevado de estames; Com fruto carnudo, muito atrativa para pássaros.

Devido a murta das noivas hospedar o psilídeo Diaphorina citri, transmissor do Greening, existem cidades com programa de erradicação da planta, pois tem causado bastante prejuízos aos citricultores.

Em projetos de paisagismo a planta é excelente para ser cultivada em jardim no estilo contemporâneo,clássicos, praças e parques, na forma de:

  • Bordas de edificações, na forma de bordadura com crescimento livre.
  • Bordas de edificações, na forma de bordadura trabalhado como  Topiaria.
  • Conjunto de exemplares, como renques, trabalhado em Topiaria.
  • Isolada em gramados, com poda de contenção na forma de arvoreta.
  • Maciços, em gramados.
  • Cerca viva.
  • Bonsai.

murta das noivas apresenta floração na cor branca, porém o que predomina é a folhagem exuberante e constante, desta forma a planta se integra com facilidade a espécies, que florescem em todas as cores, o ideal é realizar a harmonia de acordo a folhagem. Conheça algumas sugestões para facilitar na escolha das espécies para realizar o projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE: Pinheiros de todas as espécies.
  2. ARBUSTO: Pingo de ouro,  Buxinho.
  3. TOUCEIRA: Bambusa.
  4. FOLHAGEM:  Calathea tigrina.
  5. TREPADEIRA: Alamanda amarela.

Dicas para o cultivo saudável da murta das noivas:

  • Regue a planta  1 vez na semana.
  • Cultive sob meia sombra ou sombra.
  • Cultive em solo fértil, bem drenado e em solos com pouco calcário.
  • Realize mudas através de sementes, estacas ou alporquias.
  • Faça a poda de contenção da planta se houver necessidade, após a floração.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  murta das noivas, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Plantas perenes, arbustivas com muitos ramos. 

Planta se integra com facilidade a outras espécies.
Folhas verde escura, que quando esmagada, apresenta aroma agradável.
Com fruto carnudo, muito atrativa para pássaros.
Da família das Myrtaceae, espécie nativa da Europa e da África.
Excelente para ser cultivada em jardim no estilo contemporâneo, clássicos, praças e parques.

Visite também os posts:

Grevílea.


Bottlebrush stiff.


Flor do papai.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Heradeira


Heradeira, (hedera helix), espécie nativa da Europa,  planta de textura semi-lenhosa com ramos longos e reptantes, folhas simples, verde  brilhantes,  alternas; Com espécie  variegadas de branco, prata ou amarelo e ainda a hera de porte anão; Conhecida por diversos nomes diferentes, como:

  • Aradeira,
  • Hedra,
  • Hera-dos-muros,
  • Hera-inglesa,
  • Hera-trepadeira,
  • Hera-verdadeira,
  • Hera.
  • Planta perene, de beleza rústica, com a capacidade de ser introduzida no paisagismo de diversas maneiras.

    Trepadeira de fácil manutenção e grande resistência.

    A heradeira trata-se de planta tóxica, porém há quem utilize de forma medicinal, com indicações na cura de: ferimentos, queimaduras, problemas respiratórios, hipertensão arterial, nevralgias, gota, escrofulose, reumatismo, neurites e úlceras.

    Em projeto de paisagismo heradeira excelente para ser cultivada em:

    Há inúmeras formas de introduzir a heradeira na decoração, para a composição com harmonia no ambiente, tais como:

    • Forração sob copas de árvores.
    • Revestimento de treliças.
    • Revestimento muros.
    • Forração de esculturas, feitas de arame.
    • Cultivo em cesta suspensa.

    Devido a  heradeira não apresentar floração, ela se integra com facilidade a plantas de folhagens exuberante; Consulte as dicas de espécies para auxiliar na escolha das plantas do projeto e cultivo do jardim.

    Dicas para o cultivo saudável da  heradeira :

    • Regue a planta apenas em períodos de grande estiagem, pois apresenta grande resistência a falta d’água.
    • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
    • A planta pode ser cultivada em solo com poucos nutrientes.
    • Realize mudas através de divisão de ramagens.
    • Dê espaçamento para o plantio de 30 cm entre as mudas.
    • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
    • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
    • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
    • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

    Siga estas dicas de cultivo e a  heradeira, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


    Projeto de jardim foi introduzido as espécies:

     

    ARVORE:   Palmeira

    ARBUSTO:   Buxinho

    TOUCEIRA:   Formio

    FORRAÇÃO:   Hera

    Planta perene, de beleza rústica.
    Trepadeira de fácil manutenção. 

    Visite também os posts:

    Cheflera.


    Cerejeira ornamental.


    Arvore do viajante.


    Envie comentário.

    Tire suas dúvidas.

    Curta no Facebook.

    Siga no twitter.

    Pau d’arco amarelo


    Pau d’arco amarelo é a espécie de Ipê mais cultivado no pais; A espécie Tabebuia chrysotricha, conhecida também como:

    1. ipê amarelo cascudo,
    2. ipê amarelo,
    3. ipê do morro,
    4. ipê do brejo,
    5. ipê tabaco,
    6. ipê açu.

    Arvore nativa do Brasil,  desde o Espírito Santo até Santa Catarina, na floresta pluvial atlântica.

    A espécie Tabebuia chrysotricha refere-se a presença de pelos densos, cor de ouro, nos ramos mais novos.

    espécie caducifólia, o que significa que em um determinado período, as folhas da planta caem. E a queda das folhas é coincidente com o de floração que começa no final do inverno.

    Quanto mais rigoroso o inverno maior a intensidade da floração do  pau d’arco amarelo. Essas flores tem a capacidade de atrair polinizadores, com destaque para os beija-flores, importantes agentes de polinização.

    O pau d’arco amarelo é utilizado para a arborização urbana, que passa o ano inteiro sem ser notada, porém, quando floresce, a arvore se destaca durante um mês inteiro, período em que as flores permanecem na planta; E produz um magnífico efeito com suas flores, tanto na copa da árvore como no chão, pois cria um tapete florido aos pés da planta.

    Em projetos de paisagismo a arvore é excelente para ser cultivada em jardim no estilo tropical, praças e parques, na forma de:

    • Conjunto de exemplares, em pequeno bosque.
    • Isolada em gramados, com crescimento livre.

    O ipê amarelo se integra com mais facilidade a espécies, nas cores:

    • Vermelha, laranja, amarela e branca.

    Conheça sugestões para facilitar na escolha das espécies e realizar o projeto e cultivo do jardim.

    1. ARVORE: Ipê branco ou Calistemo.
    2. ARBUSTO: Russelia.
    3. TOUCEIRA: Antúrio.
    4. TREPADEIRA: Alamanda amarela.ou Sapatinho de judia.

    Dicas para o cultivo saudável do pau d’arco amarelo:

    • Regue a planta  1 vez na semana.
    • Cultive sob sol pleno, porém a  pau d’arco amarelo é uma planta que tolera bem o frio.
    • Cultive em solo fértil e bem drenado.
    • Realize mudas através de sementes
    • Faça a poda de contenção da planta se houver necessidade, após a floração.
    • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
    • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
    • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
    • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

    Siga estas dicas de cultivo e a  pau d’arco amarelo, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


    Floração que começa no final do inverno.
    Arvore nativa do Brasil, desde o Espírito Santo até Santa Catarina.

     

    Quanto mais rigoroso o inverno maior a intensidade da floração.

     

    Magnífico efeito com suas flores, tanto na copa da árvore como no chão, pois cria um tapete florido aos pés da planta.

     

    Visite também os posts:

    Cadeira americana.


    Recicle janela de madeira.


    Mesa de madeira.


    Decoração com paletes.


    Patina de demolição.

    Envie comentário.

    Tire suas dúvidas.

    Curta no Facebook.

    Siga no twitter.