Tag: ornamentos

Jardim clássico romano

No jardim clássico estilo romano, demonstra na sua forma:

  • O domínio do homem sobre a natureza.
  • O desenho da arquitetura rebuscada, (trazida dos palácios até os jardins).
  • A grandiosidade das construções, em desenhos simétricos, (materiais e naturais).
.

Os elementos da decoração são muito importante na composição arquitetônica do jardim clássico  italiano, mais que qualquer outro estilo de jardim, ele faz uso generoso de: pergolado, fonte, banco, escultura, luminária, escadaria, plataforma, espelho d’água entre outros, desenha a paisagem e da o contorno temático a cada parte do jardim.

.

Independente do espaço disponível a estrutura do jardim clássico italiano, também se encaixa em quintais menores, mais bem planejados que podem vir a ser miniaturas de jardins clássicos de palácios italianos.

.

Visite também os posts:

Parque do Ipiranga

Jardim desértico


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Ráfia


A ráfia, (rhapis excelsa), também conhecida como: jupati, palmeira dama e palmeira raphia, trata-se de uma espécie nativa da Ásia e China, elegante e entouceirada, apresenta múltiplos estipes (caules), semelhantes ao bambu, revestidos de uma fibra rústica marrom.

Planta perene, de crescimento lento a ráfia pode alcançar até 3 metros de altura; Com folhas palmadas, plissadas e de coloração verde escura brilhante, porém quando cultivada sob sol pleno, a planta apresenta uma coloração verde clara, pois suas folhas amarelam em exposição prolongada ao sol.

Na China foi um dos primeiros ornamentos utilizados para decorar o palácio Imperial; Sendo utilizada na decoração de interiores, até os dias de hoje, com uma introdução paisagística ampla, na decoração de:salas comerciais, halls de entrada, consultórios e residências.

No paisagismo é uma espécie de palmeira introduzida em:

  • Jardins no estilo japonês.
  • Jardins no estilo tropical.
  • Jardins no estilo contemporâneo.

ráfia é indicada para o cultivo isolada em jardim japonês e isolada ou em grupo no jardim contemporâneo e tropical, e também na forma de:

  • Em gramados, também na forma de Maciços.
  • Em conjunto de vasos enfileirados.
  • Isolada em gramados.
  • Renque em Conjunto de exemplares.
  • Pano de fundo para outras espécies de menor porte.

A ráfia predomina a folhagem exuberante e constante, desta forma a planta se integra com facilidade a espécies, que florescem em todas as cores, o ideal é realizar a harmonia de acordo a folhagem. Conheça algumas sugestões para facilitar na escolha das espécies para realizar o projeto e cultivo do jardim.

  1. ARBUSTO: Pleomele. Bambusa. Cica. Agave.
  2. TOUCEIRA: Fomio roxo.
  3. FOLHAGEM: Calathea tigrina.
  4. TREPADEIRA: Lágrima de Cristo.
  5. FORRAÇÃO: Cinerária Marítima. Pedras brancas.

Dicas para o cultivo saudável da ráfia:

  • Regue a planta  1 vez na semana.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de sementes e divisão de touceiras.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas para revitalizar a planta.
  • Adube a planta alternando adubo orgânico e fertilizante mineral. para não compactar o solo.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra; Em ambientes internos a planta deve receber luz direta por 3 ou 4 horas diárias.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  ráfia, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Com folhas palmadas, plissadas e de coloração verde escura brilhante.

 

Planta perene, de crescimento lento.

 

Semelhantes ao bambu, revestidos de uma fibra rústica marrom.

Visite também os posts:

Areca bambu.


Cica.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Rhapis excelsa


Rhapis excelsa, nome cientifico da palmeira também conhecida como: jupati, palmeira raphis, palmeira dama e ráfia, trata-se de uma espécie nativa da Ásia e China, elegante e entouceirada, apresenta múltiplos estipes (caules), semelhantes ao bambu, revestidos de uma fibra rústica marrom.

Planta perene, de crescimento lento a rhapis excelsa pode alcançar até 3 metros de altura; Com folhas palmadas, plissadas e de coloração verde escura brilhante, porém quando cultivada sob sol pleno, a planta apresenta uma coloração verde clara, pois suas folhas amarelam em exposição prolongada ao sol.

Na China foi um dos primeiros ornamentos utilizados para decorar o palácio Imperial; Sendo utilizada na decoração de interiores, até os dias de hoje, com uma introdução paisagística ampla, na decoração de:salas comerciais, halls de entrada, consultórios e residências.

No paisagismo é uma espécie de palmeira introduzida em:

  • Jardins no estilo japonês.
  • Jardins no estilo tropical.
  • Jardins no estilo contemporâneo.

rhapis excelsa é indicada para o cultivo isolada em jardim japonês e isolada ou em grupo no jardim contemporâneo e tropical, e também na forma de:

  • Em gramados, também na forma de Maciços.
  • Em conjunto de vasos enfileirados.
  • Isolada em gramados.
  • Renque em Conjunto de exemplares.
  • Pano de fundo para outras espécies de menor porte.

A rhapis excelsa predomina a folhagem exuberante e constante, desta forma a planta se integra com facilidade a espécies, que florescem em todas as cores, o ideal é realizar a harmonia de acordo a folhagem. Conheça algumas sugestões para facilitar na escolha das espécies para realizar o projeto e cultivo do jardim.

  1. ARBUSTO: Pleomele. Bambusa. Cica. Agave.
  2. TOUCEIRA: Fomio roxo.
  3. FOLHAGEM: Calathea tigrina.
  4. TREPADEIRA: Lágrima de Cristo.
  5. FORRAÇÃO: Cinerária Marítima. Pedras brancas.

Dicas para o cultivo saudável da rhapis excelsa:

  • Regue a planta  1 vez na semana.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de sementes e divisão de touceiras.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas para revitalizar a planta.
  • Adube a planta alternando adubo orgânico e fertilizante mineral. para não compactar o solo.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra; Em ambientes internos a planta deve receber luz direta por 3 ou 4 horas diárias.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  rhapis excelsa, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Com folhas palmadas, plissadas e de coloração verde escura brilhante.

 

Planta perene, de crescimento lento.

 

Semelhantes ao bambu, revestidos de uma fibra rústica marrom.

Visite também os posts:

Areca bambu.


Cica.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.