Tag: nativa

Arvore da felicidade


A arvore da felicidade se divide em duas espécies, a fêmea e macho; A arvore fêmea, (polyscias fruticosa), apresenta características com folhas finas alongadas e recortada, e a arvore macho, (polyscias  guilfoylei).

Possui folhas compostas, com um verde intenso e pequenas manchas verde clara e brancas nas pontas e lembra as folhas da salsa. São espécies diferentes, porém do mesmo gênero e ambas pertencem à família das araliáceas.

Nativa da Polinésia, Índia e Malásia, é tipica de clima tropical a se desenvolve bem em substrato fértil. Se adapta em lugar sombreado e combina muito com a decoração do interior de: residências, escritórios, consultórios, pois é de fácil manutenção e muito resistente; Porém não é recomendável que a planta receba sol direto pois suas folhas desidratam e queimam com facilidade, fazendo com que as folhas da planta caiam.

observe uma característica da arvore da felicidade é que exala um aroma no fim de tarde.

Dicas para o cultivo saudável da arvore da felicidade:

  • Regue duas vezes na semana e molhe também as folhas para a retirar de resíduos que tiram o brilho das folhas, uma vez no mês.
  • Retire as folhas velhas quando necessário.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Faça a poda da planta entre os meses de maio até agosto.
  • Realize mudas através de alporquias.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.

Composto para cultivar a arvore da felicidade.

  • 1 parte de terra comum, (de preferência terra de barranco, pois é livre de pragas).
  • 1 parte de terra vegetal.
  • 1 parte de composto orgânico.
  • 1 parte de areia.



Arvores da felicidade macho e fêmea plantadas juntas.

arvore da felicidade fêmea. Foto revista natureza.

Bonsai de arvore da felicidade macho.

Detalhe das folhas da arvore da felicidade macho.

Visite também os posts:

NPK como usar? terracotajardinagem

Pata de elefante terracotajardinagem

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Iuca elefante


Nativa do México e Guatemala a Iuca elefante, (Yuca elephantipes), é espécie típica de clima tropical árido,  deve ser cultivada sob sol pleno, em solo arenoso, acrescido de matéria orgânica, com rega uma vez na semana.

Trata-se de uma espécie, que não necessita de muitos cuidados; Ideal para ser cultivada em parques, praças, jardins empresariais e de condomínios ou ainda para pessoas que gostam de cultivar plantas em casa, porem não dispõem de muito tempo para seus cuidados.

A Iuca elefante pode atingir até 10 metros de altura, se cultivada no solo. Porém quando plantada em vaso seu crescimento fica restrito, devido sua raiz não ter espaço para se desenvolver.

Esta espécie é muito ornamental, com folhas de um verde brilhante e inflorescência terminal em forma de cachos com flores branca e cerosa.

A Iuca elefante é uma espécie que tem presença garantida na vida de pessoas modernas e práticas, pois trata-se de uma planta de fácil manutenção.


A Iuca elefante pode atingir até 10 metros de altura.

iuca elefante.

Iuca com inflorescência branca.

Iuca elefante.

Visite também o post:

Pata de elefante

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Helicônia rostrata


A helicônia rostrata, (heliconia rostrata) tem sua inflorescência pendente; nativa da Amazônia, Costa Rica e Guiné. Dona de um vermelho intenso, alegra todo o ambiente. Com sua inflorescência  capaz de atingir 60 cm de comprimento e para sustenta-la, a planta chega a 2,5 metros de altura.

Quando cultivada na sombra a helicônia rostrata tem a tendência de crescer mais e florir menos, portanto se você deseja ter muitas flores em seu jardim escolha um local que sua planta receba de 4 a 6 horas de sol diariamente. E para que as folhas não se rasguem, cultive a espécie onde não bata muito vento; Corredores ou local muito alto e abertos, não são indicados para esta espécie de planta.

A helicônia rostrata é uma planta muito introduzida em projetos de paisagismo no estilo tropical, devido sua floração pendente e colorida, espécie de fácil manutenção com folhagem exuberante o que garante a planta muita beleza mesmo quando não apresenta floração.

Dicas para o cultivo saudável do helicônia rostrata:

  • Retire sempre as folhas velhas da helicônia rostrata, abrindo assim espaço, para folhas novas e flores com maior qualidade e quantidade.
  • Plante em solo rico em composto orgânico e bem drenado.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Regue a cada 4 dias nas estações chuvosas e a cada 2 dias nas estações secas, pois a helicônia rostrata necessita de umidade para se manter saudável e florida.


Início da inflorescência da Helicônia rostrata.

Helicônia rostrata.

Helicônia rostrata florida.

Helicônia rostrata.

Visite também os posts:

Estrelítzia terracotajardinagem

Helicônia papagaio terracotajardinagem

bananeira vermelha terracotajardinagem

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.