Tag: meia sombra

Lírio amarelo


A popularidade do lírio amarelo se dá graças a seu fácil cultivo e a grande produção de flores, de cores fortes e chamativas. Com pequeno e médio porte , vem de encontro ao tamanho da maioria das casas e jardins dos dias de hoje. Lírio amarelo, nome científico de Hemerocallis flava.

Em projetos de paisagismo é cultivado em sol pleno ou meia-sombra, em caminhos e   canteiros; Como bordaduras ou maciços. O solo para o cultivo do lírio amarelo deve ser fértil e drenado; em três parte iguais de areia grossa, adubo orgânico e terra de barranco. O plantio é realizado através de divisão de touceiras ou bulbos.

O lírio amarelo na natureza crescem em locais próximos a veios d’água, que são úmidos durante boa parte do ano, porem, a grande maioria das plantas dessa família não desenvolveram resistência à estiagem, se mantendo bem com regas 2 vezes na semana.

No inverno perde grande parte de suas folhas e flores, mas após este período de hibernação, acorda produzindo muitas folhas e flores durante toda primavera/verão. Neste período reforce a adubação com fertilizante mineral, Npk 04-14-08. irá garantir uma grande produção de lírio amarelo em seu jardim.


Entorno da piscina com maciços de lírios.

Lírio amarelo cultivado sob sol pleno.

Lírios na bordadura do gramado e do caminho.

Lírio amarelo.

Lírio amarelo.

Visite também os posts:

NPK como usar?

Agapanto azulão

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Mil cores



O arbusto mil cores é de grande efeito ornamental. Apresenta folhas muito coloridas que nos remete a pinturas feitas no século XIX pelo artista Claude Monet. com pinceladas leves, que dava a suas obras aspecto de movimento.

A mil cores apresenta variedades que  podem ser mescladas de branco e rosa e ter folhas rubras ou totalmente brancas . Seu crescimento é moderado, podendo atingir 1,20 m de altura.  pode ser utilizada como renques,  bordadura, maciços ou cerca viva. Porem em vaso seu colorido se destaca ainda mais, pode ser cultivado sob sol pleno ou meia sombra. E sua mudas são vendidas por cerca de 20 reais.

A dica é cultivar em sua sala utilizando vasos e pendurar próximo, a obra de Monet-Campo de tulipas na Holanda 1886, ou O jardim do pintor em Giverny 1900. O efeito será revelador… mostrando toda a  proximidade do artista com a  natureza.


O jardim do pintor em Giverny 1900. Claude Monet.

Campo de tulipas na Holanda 1886. Claude Monet.

 

 

Flores comestíveis

Salada tropical. foto: Revista Boa Forma.

No verão época mais quente do ano é comum a procura de alimentos mais leves, a opção por saladas é uma boa escolha. Ainda podendo inovar na elaboração deste prato, com a introdução de flores, deixando a salada mais colorida e atraente até para as crianças.


Há três tipos de flores comestíveis mais comuns, para o consumo; Entre elas a mais conhecida é a capuchinha, porem as flores da calêndula e do amor perfeito podem ser consumidas da mesma forma, todas elas apresentam sabor agradável, levemente picante.

 

Cultive-as em canteiros, vasos e floreiras, em meia sombra, com solo bem adubado. Se pretende  consumir as flores, prefira abudo orgânico. Como por exemplo farinha de osso, que auxilia na floração das plantas; Enterre pequenas quantidades próximo a raiz, a adubação garante uma florada com grande quantidade e qualidade das flores comestíveis.

Visite também o post:

Horta em casa terracotajardinagem.com.br