Tag: jardim

Jardim perfeito


14- Passos para criar seu jardim perfeito:

01- Nunca faça coleta de plantas do ambiente natural, escolha adquiri-las em lojas especializadas, ou dá forma mais antiga e que ajuda a criar laços, peça a famosa mudinha e a cultive com carinho.

02- Retire sempre as espécies invasoras, como por exemplo tiririca. E faça o constante manejo das espécies que se desenvolvem muito rápido, sufocando outras plantas e a ela mesma.

03- Introduza plantas medicinais; como por exemplo hortelã, poejo, guaco, erva cidreira etc…

04- Introduza espécies comestíveis: árvores frutíferas, que aceitam podas frequentes e podem ser cultivadas em vasos, como: (pitanga, jabuticaba, amora, romã, acerola); ou ainda canteiros com morangos.

 

05- Faça também canteiros com ervas aromáticas (temperos) como por exemplo: manjericão, manjerona, alecrim, salsa, cebolinha e outros.

06- Introduza local com água; como pequenas fontes, chafariz ou queda d’água. E molhe seu jardim no mínimo 2 vezes na semana.

07- Tenha em seu jardim um pequeno abrigo com água, frutos e sementes para atrair pássaros.

 

08- Escolha um pendente; Destes com pequenos sinos, ou pedras, dará um som especial com a passagem do vento em seu jardim.

09- Coloque lâmpadas e suporte para velas; O jardim ao anoitecer se mostra totalmente diferente. E com luminosidade artificial você irá usufruir ainda mais.

10- Coloque bancos ou redes, para um momento de relaxamentocontemplação.

 

11- Tente fazer compostagem (reciclagem) das casca dos vegetais; alimentos que sobram de sua cozinha. porem nunca recicle nada cozido, apenas as cascas e folhas cruas não dão cheiro desagradável.

12- Adube seu jardim. A forma de adubo mais comum para todas as espécies é o NPK 10-10-10.  e o NPK 04-14-08. Não há espécie que tenha contra indicação, apenas seu uso tem que ser feito de forma bem controlada, pois com exagero sua planta pode sofrer queimaduras nas folhas e até morrer. Adube todo mês na Primavera/Verão e a cada 2 meses no Outono/Inverno.

13- Não utilize apenas o chão para plantar, ou colocar vasos, aproveite também as paredes e muros, fixando vasos, jardineiras e treliças.

14- E por fim não tenha pressa, o jardim não precisa ficar pronto todo de uma vez. Deixe também a natureza escolher a forma que ela se adapta no espaço, algumas vezes você terá que trocar espécies de lugar, pois é só com seu toque e trabalho que chegará próximo a seu jardim perfeito.


Visite também os posts:

Molhar plantas com água da chuva.


Cuidados com a rega das plantas.


Jardim vertical.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Espelho d’água

A beleza se apresenta ao abrir os portões,

Estes projetos tem por primazia a criatividade, acompanhado de surpresas por parte de olhares atentos em detalhes na construção integrando a natureza, com presença de espelhos d’água nestas construções, faz com que as residências se transformem em um local singular em beleza e sofisticação.

 

 

 

O espelho d’água é um dos grandes destaques do jardim, pois começa na área externa e passa dentro de casa, precisamente em uma varanda envidraçada, não apenas nas janelas mais também no chão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Visite também os posts:

Vitória régia.


Parque Tanguá.


Parque do Ipiranga.


Jardim japonês.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Grama de fita

Para quem necessita de grama em seu jardim, porem encontra dificuldades com o excesso de sombra.

 

Uma ótima opção é utilizar a grama-de-fita em seu projeto, pois pode ser cultivada a meia sombra e precisa de solo rico em matéria orgânica.

Graças a sua folhagem a grama-de-fita é ótimo para formar maciços e criar contraste com outras plantas de cores escuras ou flores. Cresce rapidamente e tem sua florescência na ponta das ramagens, com flores pequenas e delicadas, passando despercebida a olhos menos curiosos. A grama-de-fita pode atingir no máximo 60 cm de altura.