Tag: jardim

Parque do Ipiranga


jardim do parque do Ipiranga é um local que provoca encantamento em quem o visita.

Devido suas formas simétricas, onde seu desenho é rigorosamente realizado através da poda de topiarias, que lhe dão um aspecto de desenho feito á mão pela natureza.

Com o uso constante de elementos como buxinho, ciprestes e pinheiros, este estilo de jardim causa ao visitante um deslumbramento em observar os detalhes que contém os jardins clássicos.

Um excelente exemplo é o jardim do Parque do Ipiranga na cidade de São Paulo, onde também se encontra o museu com este mesmo nome. Neste passeio terá a oportunidade de conhecer todos os elementos típicos de um jardim em estilo italiano ou francês, que trás em sua estrutura, vegetação, água e muitas fontes, espelho d’água, esculturas e escadarias. Dando a impressão de uma viagem no tempo.

As fontes são um espetáculo a parte, pois de tempo em tempo jorram água criando um arco -iris que deixam as crianças e adultos com o olhar de quem esta diante de um show de mágica da natureza. Onde os pequenos correm atrás da água jorrada, que se alternam no espetáculo.

Na visita ao parque do Ipiranga você irá perceber que as flores não são o principal elemento deste estilo de jardim, e que sua estrutura se baseia em formas geométricasterraços ligados por escadarias ou rampas esculturas e topiárias.

Visitando o Parque do Ipiranga, você encontrará também:

Museu da Independência, que conta a história de Dom Pedro e da própria independência do pais; (com acesso para cadeirantes).

  • Museu do Ipiranga, onde você conhece o costume e vivência dos nobres no Brasil.
  • Feirinha com barracas de artesanatos, comes e bebes.
  • Casa de pau a pique, com visita que conta a história da cidade de São Paulo.
  • Espaço e pista para bike e skate.


Jardim clássico, Parque do Ipiranga, São Paulo.

Fonte com elementos em simetria.

Topiarias e Museu do Ipiranga ao fundo.

Jardim, fonte e Museu do Ipiranga. Perfeitos.

Casa de pau a pique.

Fonte com efeito de arco iris.

Espaço para lazer.

Museu da Independência.

Feirinha.

Dentro do Museu da Independência. Cadeira especial para dar acesso a quem necessita de mobilidade nas escadas.

Visite também os posts:

Ilha do Mel

Trilha de bike

Ubatuba a Paraty

Envie comentários.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Talude


A melhor maneira de aproveitar o espaço e trabalhar a decoração e o paisagismo em terreno acidentado é em forma de talude, pois desta maneira se tira proveito da inclinação e cria vários ambientes; Como por exemplo: jardim, gramado, playground, pomar, piscina, churrasqueira… Com espaços que a casa e a rotina dos moradores julgarem necessário.

Talude confeccionado com deque em madeira.

Talude em deque de madeira, dividido em 3 ambientes.

Piscina com deques ao fundo.

Detalhe para a divisão dos patamares e degraus em medeira de eucalipto.

Patamares com dormentes e lavandas para realizar divisão .

Fotos revista natureza.

Visite também o post:

Plantas para muros terracotajardinagem

Envie comentários.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

 

Coroa de Cristo


Apesar de sua seiva tóxica a Coroa de Cristo (euphorbia milli), também conhecida popularmente como: colchão de noiva, bem casados,  coroa de espinhos, dois irmãos e martírios; E se popularizou, devido a utilidade para realizar divisas em locais que se deseja demarcar com a utilização da coroa de cristo como cerca viva de proteção.

coroa de Cristo apresenta grande espinhos, porém com muita beleza, pois, se trata de uma planta que floresce o ano todo.

Nativa de Madagascar, na Africa, embora tenha este nome, não há provas que foi realmente esta planta usada para a confecção da coroa de espinhos, usada em Jesus Cristo, no dia de sua crucificação.

A coroa de Cristo trata-se de espécie suculenta, que atinge até 1 metro de altura, muito ramificada, com suas folhas verdes longas e estreitas e caule marrom com inúmeros espinhos, a beleza da planta fica na responsabilidade apenas das flores arredondadas, nas cores: vermelho vivo, laranja, amarela e branca.

A coroa de Cristo é uma planta perene, rústica de fácil manutenção e grande resistência; Bastante respeitada por animais domésticos

Deve ser manuseada sempre com luvas grossas e muito cuidado, pois além de inumerosos espinhos, a coroa de Cristo apresenta látex tóxico, que  provocar irritação nos olhos e na pele.

Em projetos de paisagismo coroa de Cristo é excelente para ser cultivada em:

Há inúmeras formas de introduzir a coroa de Cristo na decoração, para a composição com harmonia no ambiente, tais como:

Siga esta dica para facilitar na escolha das espécies para realizar o projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE:    Iuca elefante.
  2. ARBUSTO:   Pingo de ouro.
  3. TOUCEIRA:  Agave attenuata.
  4. FORRAÇÃO:    Lambari.

Dicas para o cultivo saudável da coroa de Cristo:

  • Regue a planta apenas em períodos de grande estiagem, pois apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno e meia sombra.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado, enriquecida com composto orgânico e areia.
  • Realize mudas através de divisão de ramagens.
  • Faça a poda de contenção da planta sempre que houver necessidade.
  • Dê espaçamento para o plantio de 20 cm entre as mudas.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  coroa de Cristo, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Nativa de Madagascar, na Africa.

Deve ser manuseada sempre com luvas grossas.

 

Detalhes das flores de coroa de Cristo.

Cerca viva de coroa de cristo. Foto: revista natureza.

Visite também o post:

Cerca viva

Buxinho

Bromélia


Pândano

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.