Tag: inflorescência

Palmeira phoenix


A palmeira phoenix, (Phoenix roebelenii), também conhecida como tamareira de jardim, é uma palmeira nativa do Vietnã e Tailândia, espécie perene. E de acordo com cada região do Brasil apresenta nomes diferentes.

A inflorescência da planta se dá em grande quantidade, com pequenas flores amarelas, que dão origem a frutos amarronzados, do tipo drupa, muito apreciados pelos pássaros.

palmeira phoenix chega atingir até 4 metros de altura e apresenta crescimento moderado a lento.

Em projetos de paisagismo a espécie deve ser cultivada isolada; Porém na natureza, aparece em touceira, com vários troncos que partilham do mesmo sistema radicular.

Sua beleza é muito valorizada, com grande cultivo em parques, canteiros de avenidas, jardins residenciais e comerciais. Sendo uma palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo no estilo tropical e também no estilo contemporâneo.

palmeira phoenix aceita ser cultivada em solo e também em vaso; E para maior qualidade no cultivo, realize uma mistura com partes iguais de:

  • Composto orgânico.
  • Terra.
  • Areia.

A palmeira phoenix pode ser cultivada em ambientes internos desde que receba ventilação e luz direta natural.

Dicas para o cultivo saudável da palmeira phoenix:

  • Regue a planta a cada 15 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra, em ambientes internos a planta deve receber luz direta por 3 ou 4 horas diárias.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado, a espécie é tolerante a salinidade do solo.
  • Realize mudas através de sementes e da separação de brotos que nascem entorno da planta mãe.
  • Realize limpeza anual da planta, retirando folhas e pendões velhos, para revitalizar a planta, (muita cautela neste procedimento, pois a planta apresenta espinhos na base das folhas).
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.


    Fruto da palmeira phoenix.

    Frutos amarronzados, do tipo drupa, muito apreciados pelos pássaros.

    Em projetos de paisagismo a espécie deve ser cultivada isolada.

    A palmeira phoenix, aceita ser cultivada em solo e também em vaso.

    Na natureza, aparece em touceira, com vários troncos que partilham do mesmo sistema radicular.

    Visite também os posts:

    Areca bambu.


    Cica.


    Envie comentário.

    Tire suas dúvidas.

    Curta no Facebook.

    Siga no twitter.

    Helicônia rostrata


    Helicônia rostrata, nome cientifico da planta conhecida popularmente como helicônia, tem sua inflorescência pendente; nativa da Amazônia, Costa Rica e Guiné. Dona de um vermelho intenso, alegra todo o ambiente. Com sua inflorescência  capaz de atingir 60 cm de comprimento e para sustenta-la, a planta chega a 2,5 metros de altura.

    Quando cultivada na sombra a helicônia rostrata tem a tendência de crescer mais e florir menos, portanto se você deseja ter muitas flores em seu jardim escolha um local que sua planta receba de 4 a 6 horas de sol diariamente. E para que as folhas não se rasguem, cultive a espécie onde não bata muito vento; Corredores ou local muito alto e abertos, não são indicados para esta espécie de planta.

    A helicônia rostrata é uma planta muito introduzida em projetos de paisagismo no estilo tropical, devido sua floração pendente e colorida, espécie de fácil manutenção com folhagem exuberante o que garante a planta muita beleza mesmo quando não apresenta floração.

    Dicas para o cultivo saudável do helicônia rostrata:

    • Retire sempre as folhas velhas da helicônia rostrata, abrindo assim espaço, para folhas novas e flores com maior qualidade e quantidade.
    • Plante em solo rico em composto orgânico e bem drenado.
    • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
    • Regue a cada 4 dias nas estações chuvosas e a cada 2 dias nas estações secas, pois a helicônia rostrata necessita de umidade para se manter saudável e florida.


      Floração espigada.

      Coloração intensa da flor da helicônia.

      Visite também os posts:

      Estrelítzia

      Helicônia papagaio

      bananeira vermelha

      Envie comentário.

      Tire suas dúvidas.

      Curta no Facebook.

      Siga no twitter.

      Sanquésia


      Sanquésia, (sanchesia nobilis), trata-se de um arbusto perene, que pertence a família das acantáceas, com folhagem muito ornamental verdes com nervuras amareladas.

      A planta apresenta flor é amarela, envolta em brácteas vermelhas, (modificação da folha que envolve e protege a flor) espécie nativa do Equador e Bolívia, que floresce o ano todo e pode atingir até 3 metros de altura.

      Com flores tubulares, ricas em néctar, atrai muitos polinizadores para o ambiente.

      Em projetos de paisagismo, seu cultivo é indicado na forma de maciços e renques; É  muito utilizada em jardins no estilo tropical, devido a sua inflorescência de formato exótico de colorido vibrante.

      Sanquesia é um arbusto muito cultivado em praças e parques, devido a sua rusticidade e fácil manutenção; Porém a planta aceita bem a poda, até 2 vezes ao ano, desta forma ocorre o benefício da renovação permanente da planta, com a presença de folhas e flores novas o ano todo.

      Devido apresentar floração na cor amarela, desta forma, a planta se integra com mais facilidade a espécies, nas cores:

      • Vermelha, laranja, amarela e branca.

      Siga esta dica para facilitar na escolha das espécies para realizar o projeto e cultivo do jardim.

      Dicas para o cultivo saudável da Sanquesia:

      • Regue a planta  1 vez na semana.
      • Cultive sob sol pleno, porém a  Sanquesia é uma planta que tolera bem o frio.
      • Cultive em solo fértil e bem drenado.
      • Realize mudas através de estacas e separação de brotos que nascem entorno da planta mãe.
      • Realize limpeza da planta quando cessar a floração.
      • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
      • Dê espaçamento para o plantio de 40 cm entre as mudas.
      • Dica para  manter o solo sempre úmido, misture ao solo grama seca ou palha de arroz.
      • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
      • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

      Siga estas dicas de cultivo e a sanquésia, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


      Cultivo é indicado na forma de maciços.

      A planta apresenta flor é amarela, envolta em brácteas vermelhas.

      Com flores tubulares, ricas em néctar, atrai muitos polinizadores.

      Folhagem muito ornamental verdes com nervuras amareladas.

      Visite também os posts:

      Ipê rosa.


      Ipê branco.


      Romã.

      Envie comentário.

      Tire suas dúvidas.

      Curta no Facebook.

      Siga no twitter.