Tag: fertilizante mineral

Como replantar lírios


Cultivar lírios em vaso, requer um local com boa iluminação, evitando sol direto na planta, nas horas mais quentes do dia. Regue o lírio 2 vezes na semana e nunca deixe o substrato secar completamente, (molhe até que água saia pelos furos de drenagem do vaso).

Evite que a água se acumule no pratinho, para que não ocorra apodrecimento das raízes; E para que o lírio em vaso floresça novamente, siga os seguintes passos:

  1. Após as flores murcharem, cesse a rega da planta.
  2. E deixe as hastes secarem completamente.
  3. Retire os bulbos do vaso e limpe-os, retirando: folhas, hastes e raízes velhas.
  4. Coloque-os em um saco plástico perfurado e guarde na geladeira, (onde são colocadas as verduras).
  5. Os bulbos podem ser armazenados por até 4 meses, (entre março e junho).
  6. Replante os bulbos, em substrato próprio e adube com fertilizante mineral, NPK 04-14-08. E deixe em local fresco e arejado.
  7. Os bulbos florescerão cerca de 3 meses, após realizaro replantio.
  8. Continue com os cuidados como: rega 2 vezes na semana e adubação 1 vez no mês.

Observação: Este procedimento terá maior sucesso se for realizado o replantio nos meses de julho e agosto.


Lírio mesclado em vermelho queimado e amarelo, cultivado em meia sombra.

Lírio lilás, cultivado sob meia sombra.


Lírio rosa, cultivado sob sombra.

Lírio laranja, cultivado sob sombra.

Lírio amarelo, cultivado sob sol pleno.

Visite também os posts:

Lírio amarelo.


Espécies de lírios.


Borda de canteiros.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Fícus


Fícus, arvore nativa da Ásia, planta tropica, disseminou-se muito rápido por todas as regiões do Brasil. apresenta folhas ovaladas, verde escuro indo até um verde acinzentado, com manchas mais claras, na sub espécie “variegata”.

Fícus Benjamina é uma das espécies mais procuradas por cultivadores de bonsai amadores, devido a grande resistência e por poder ser cultivada no interior ou exterior dos ambientes. Planta fácil de ser encontrada nas floriculturas de todo país, com baixo custo e crescimento rápido e pode ser cultivada em todos tipos de solo.

Oferece uma grande sombra quando cultivada ao natural; Mas tolera a poda de muitas formas: de contenção, de topiaria, o que lhe confere preferência por diversos ornamentadores.

O fícus é uma arvore ideal para ser cultivada em grandes jardins, parques e praças, porém não é uma espécie indicada para o cultivo em calçadas, pois possuem enormes raízes, bem aparentes, que crescem desordenadas a procura de água, quebram calçadas, destrói tubulações de esgoto e arrebentão fiações e cabos. O que põe em risco as estruturas de prédios e casas.
E devido ao seu grande transtorno e prejuízos que a espécie oferece quando cultivada em calçadas, muitas prefeituras já permitem a retirada da arvore, sem muita burocracia.

Dicas para o cultivo saudável do fícus:

  • Regue a planta a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, porém a arvore tolera ambientes internos.
  • Realize mudas através de alporquias e estacas aproveitadas da poda.
  • Faça a poda da planta entre os meses de maio até agosto.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10. Apenas no caso de cultivo em vaso.


...Manchas mais claras, na sub espécie “variegata”.

As duas arvores do meio são da espécie fícus.

Fícus com porte pequeno ainda não apresenta dano a calçada.

Raiz da fícus já dominou o espaço do canteiro sob ela e esta erguendo a calçada com suas raízes

Visite também os posts:

 

Jabuticabeira.


Mangueira.


Ipê branco.

Ipê rosa.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Lágrima de Cristo


A trepadeira lágrimas de Cristo, (Clerodendrum Thomsonae), é uma planta nativa da África Ocidental, espécie semi lenhosa, muito ramificada, possui folhas ovaladas, fortemente marcadas pelas nervuras de cor verde escuras e brilhantes.

A lágrima de Cristo apresenta  crescimento bastante lento e inflorescências terminal com grande quantidade de flores com cálice branco inflado e corola vermelha expandida, formadas na primavera e verão; A trepadeira costuma perder uma grande quantidade de folhas durante inverno rigoroso.

A lágrima de Cristo ainda apresenta uma variedade hortícola “Delectum, com flores maiores e cor do cálice e da flor em: vinho, vermelho ou rosa.

Trepadeira utilizada em projetos de paisagismo, devido sua grande beleza, delicadeza e ainda por se tratar de uma planta de fácil manutenção; Mas o que dificulta a sua vasta introdução em jardins é seu crescimento muito lento, porém quando floresce encanta com uma florada magnífica.

Para quem deseja cultivar a trepadeira lágrima de Cristo, é recomendado plantar mais de uma muda para diminuir o tempo de espera, pois quanto mais mudas cultivadas, menos tempo para preencher o espaço com a planta.

A lágrima de Cristo pode ser cultivada em:

  • Vasos, sempre utilizando tutores como, arame ou treliça.
  • Pórticos de condomínios e prédios.
  • Próximas a arvores.
  • Pergolados.
  • Grades.
  • Cercas.

Dicas para o cultivo saudável da trepadeira lágrima de Cristo:

  • Regue a planta a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra, a planta é sensível a geadas.
  • Realize limpeza da planta quando cessar a floração.
  • Faça mudas por alporques ou por estacas que devem ser cortadas após o floração e deixadas enraizar em local protegido.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.


Trepadeira lágrima de Cristo.

Floração terminal.

Flores com cálice branco inflado e corola vermelha expandida.

Início da formação das flores.

Visite também os posts:

Trepadeira para pergolado.


Trepadeiras.


Pergolado.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.