Tag: face sardenta

Folhas e flores brancas

Fazer a natureza mais presente na nossa vida cotidiana é uma tendência inegável, mas isso não significa que ao utilizar decoração com plantas você precisa deixar, necessariamente, sua casa, ou mesmos seu jardim, muito mais verde. Há espécies que traz em sua formação uma grande quantidade de outras cores em suas folhas ou flores.

 

.

.

 

.

Visite também os posts:

Jardim clássico.

Parque do Ipiranga.


Jardim desértico ou árido.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Face sardenta


Face sardenta, (hypoestes phyllostachya, hypoestes sanguinolenta), planta também conhecida popularmente como: confete; Nativa de Madagascar, forração de folhas mescladas.

Espécie delicada e aspecto compacto, de folhas pequenas, com variedades que podem apresentar cores diferentes, diversas combinações, manchas, e  fundo pode ser branco, rosa, verde, vermelho, e as manchas róseas, vermelhas ou brancas.

Versátil, de fácil manutenção, com flores roxas e discretas têm importância ornamental secundária.

Em projetos de paisagismo a forração  face sardenta é excelente para ser cultivada em:

  • Jardim no estilo contemporâneo.
  • Jardim no estilo tropical.
  • Jardim no estilo clássico.
  • Jardim no estilo francês.
  • Jardim no estilo italiano.
  • Jardim no estilo japonês.
  • Calçadas.
  • Parques.
  • Pórticos.
  • Praças.
  • Halls.

Há inúmeras formas de introduzir a forração face sardenta na decoração, para a composição com harmonia no ambiente, tais como:

  • Bordadura, em bordas de edificações.
  • Conjunto de vasos enfileirados.
  • Conjunto ou isolada em ambientes internos ou externos.
  • Topiaria, em gramados.
  • Forração sob arvores.

Devido a  face sardenta não apresentar floração, ela se integra com facilidade a plantas de folhagens exuberante; Consulte as dicas de espécies para auxiliar na escolha das plantas do projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE:   Ipê rosa,  Pata de vaca branca.
  2. FOLHAGEM:    Clorofito,
  3. FORRAÇÃO:    Lambari,   Cinerária Marítima.

Dicas para o cultivo saudável do  face sardenta:

  • Regue a planta duas vezes na semana na primavera e verão e uma vez  no outono inverno; Mas suspenda a rega na temporada de chuvas.
  • Cultive sob meia sombra.
  • Cultive em solo fértil, bem drenado e ricos em matéria orgânica.
  • Realize mudas através de divisão de ramagens.
  • Faça replantio da espécie a cada 2 anos.
  • Dê espaçamento para o plantio de 30 cm entre as mudas e cultive bem rente ao muro.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a face sardenta, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Versátil, de fácil manutenção.

Espécie delicada e aspecto compacto, de folhas pequenas.

Visite também os posts:

Cheflera.


Cerejeira ornamental.


Arvore do viajante.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Confete


Confete, (hypoestes phyllostachya, hypoestes sanguinolenta), planta também conhecida popularmente como: face sardenta; Nativa de Madagascar, forração de folhas mescladas.

Espécie delicada e aspecto compacto, de folhas pequenas, com variedades que podem apresentar cores diferentes, diversas combinações, manchas, e  fundo pode ser branco, rosa, verde, vermelho, e as manchas róseas, vermelhas ou brancas.

Versátil, de fácil manutenção, com flores roxas e discretas têm importância ornamental secundária.

Em projetos de paisagismo confete é excelente para ser cultivada em:

  • Jardim no estilo contemporâneo.
  • Jardim no estilo tropical.
  • Jardim no estilo clássico.
  • Jardim no estilo francês.
  • Jardim no estilo italiano.
  • Jardim no estilo japonês.
  • Calçadas.
  • Parques.
  • Pórticos.
  • Praças.
  • Halls.

Há inúmeras formas de introduzir o confete na decoração, para a composição com harmonia no ambiente, tais como:

  • Bordadura, em bordas de edificações.
  • Conjunto de vasos enfileirados.
  • Conjunto ou isolada em ambientes internos ou externos.
  • Topiaria, em gramados.
  • Forração sob arvores.

Devido o confete não apresentar floração, ela se integra com facilidade a plantas de folhagens exuberante; Consulte as dicas de espécies para auxiliar na escolha das plantas do projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE:   Ipê rosa,  Pata de vaca branca.
  2. FOLHAGEM:    Clorofito,
  3. FORRAÇÃO:    Lambari,   Cinerária Marítima.

Dicas para o cultivo saudável do confete:

  • Regue a planta duas vezes na semana na primavera e verão e uma vez  no outono inverno; Mas suspenda a rega na temporada de chuvas.
  • Cultive sob meia sombra.
  • Cultive em solo fértil, bem drenado e ricos em matéria orgânica.
  • Realize mudas através de divisão de ramagens.
  • Faça replantio da espécie a cada 2 anos.
  • Dê espaçamento para o plantio de 30 cm entre as mudas e cultive bem rente ao muro.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e o confete, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Versátil, de fácil manutenção.

Espécie delicada e aspecto compacto, de folhas pequenas.

Visite também os posts:

Cheflera.


Cerejeira ornamental.


Arvore do viajante.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.