Tag: estrutura da planta

Palmeira triangular


A palmeira triangular, (Dypsis decary), nativa da Ilha de Madagascar, na África; É uma planta que apresenta porte médio á grande, chegando atingir até 6 metros de altura, frutifica no outono e verão.

Trata-se de uma espécie com folhas cinza-azuladas, dispostas em três direções distintas e equidistantes; O que realiza um aspecto “triangular” na palmeira, tornando-se responsável pelo nome popular da planta.

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo em jardins no estilo tropical e mais ainda em jardins no estilo contemporâneo, devido ao desenho quase geométrico realizado pela estrutura da planta.

A palmeira triangular apresenta cor diferenciada e impacto visual grande, características que dá a planta destaque onde é cultivada; Com cultivo indicado em locais como:

  • Pórticos de entrada.
  • Isolada em gramados.
  • Em conjunto em grandes gramados.
  • Próximo á piscinas.
  • Próximo á lagos.

A palmeira triangular é muito encontrada em regiões litorâneas, pois apresenta grande resistência a maresia, planta rústica e de fácil manutenção.

Dicas para o cultivo saudável da palmeira triangular:

  • Regue a planta apenas em períodos de grande estiagem, pois a palmeira apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno.
  • A planta pode ser cultivada em solo arenoso e salino.
  • Realize mudas através de sementes.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas e pendões secos sempre que houver. necessidade, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.

Nativa da Ilha de Madagascar, na África.

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo.

Apresenta grande resistência a maresia.

Visite também os posts:

 

Areca bambu.

Tamareira de jardim.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Dypsis decary


A palmeira triangular, (Dypsis decary), nativa da Ilha de Madagascar, na África; É uma planta que apresenta porte médio á grande, chegando atingir até 6 metros de altura, frutifica no outono e verão.

Trata-se de uma espécie com folhas cinza-azuladas, dispostas em três direções distintas e equidistantes; O que realiza um aspecto “triangular” na palmeira, tornando-se responsável pelo nome popular da planta.

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo em jardins no estilo tropical e mais ainda em jardins no estilo contemporâneo, devido ao desenho quase geométrico realizado pela estrutura da planta.

Dypsis decary apresenta cor diferenciada e impacto visual grande, características que dá a planta destaque onde é cultivada; Com cultivo indicado em locais como:

  • Pórticos de entrada.
  • Isolada em gramados.
  • Em conjunto em grandes gramados.
  • Próximo á piscinas.
  • Próximo á lagos.

Dypsis decary é muito encontrada em regiões litorâneas, pois apresenta grande resistência a maresia, planta rústica e de fácil manutenção.

Dicas para o cultivo saudável da Dypsis decary:

  • Regue a planta apenas em períodos de grande estiagem, pois a palmeira apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno.
  • A planta pode ser cultivada em solo arenoso e salino.
  • Realize mudas através de sementes.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas e pendões secos sempre que houver. necessidade, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.

Nativa da Ilha de Madagascar, na África. 

Palmeira muito utilizada em projetos de paisagismo.

 

Apresenta grande resistência a maresia.

 

Visite também os posts:

Areca bambu.


Tamareira de jardim.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Textura de arvore


As cascas das arvores dão texturas diferentes a cada espécie, lisas ou ásperas; Porém todas com o mesmo proposito, o de proteger a espécie e de transportar e seiva para toda a estrutura da planta.

Portanto é de suma importância a proteção da casca das arvores, e assim garantir a saúde e boa aparência da planta com vida longa e saudável.

Em projetos de paisagismo as arvores são espécies utilizadas em:

  • Residências com quintais grandes.
  • Chácaras.
  • Sítios.
  • Calçadas.
  • Parques.
  • Praças.

Pois há nestas espécies necessidade de muito espaço para se desenvolver.

Em todos os estilos de jardins pode-se introduzir uma espécie, porém, para o local não ficar prejudicado com a perda excessiva de espaço; E se faz necessário observar, a altura e o diâmetro da copa que a espécie irá atingir em sua idade adulta e também se a espécie aceita bem a poda de contenção.

Cada estilo de jardim tem a espécie que é mais indicada para realizar o cultivo, exemplo:

  1. Jardim contemporâneo: Calistemo.
  2. Jardim árido ou desértico: Pata de elefante.Iuca elefante.
  3. Jardins clássicos: Todas espécies de pinheiros.
  4. Jardim tropical: Todas espécies de Palmeiras.
  5. Jardim inglês: Espécie nativa de cada região.
  6. Jardim japonês: Acer.


Visite também os posts:

Areca bambu.


Palmeiras.

Envie comentário

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.