Tag: divisão de touceira

Madressilva

A madressilva é uma especie entouceirada, também conhecida como: alstroeméria, lírio-de-luna, lírio-dos-incas, lírio-peruviano, madressilva-brasileira, madressilva-da-terra, madressilva-de-canteiro.

Planta perecível, que necessita realizar o replantio após o termino da floração, se desejar um cultivo de qualidade, pois a espécie diminui o vigor após florir.

Nativa do Brasil, a madressilva possui aroma semelhante ao da trepadeira madressilva; Com porte que chega a medir 50 cm de altura e folhas verdes que caem na época da florada.

O cultivo da madressilva pode ser realizado em vasos, canteiros, renques próximo á  muros ou ainda em forma de maciço, introduzida em projetos de paisagismo em jardim de estilo tropical.

Se deseja cultivar espécies que exalam aromas, conheça duas espécies, com cheiros semelhantes, porém, com estruturas bem diferenciadas. Se optar pelo plantio irá introduzir em seu projeto de paisagismo espécies que aguçam além do sentido visual o do olfato também.

Dicas para o cultivo saudável da madressilva:

  • Regue a planta 1 vez na semana.
  • Cultive sob meia sombra.
  • Cultive em solo fértil, bem drenado e ricos em matéria orgânica.
  • Realize mudas através de divisão de touceira, durante o repouso vegetativo, no início do Outono.
  • Faça replantio da espécie a cada 1 ou 2 anos, conforme a necessidade que a planta apresenta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.

 

 

 

Anturio branco

O antúrio, (Anthurium andraeanum), planta nativa da Colômbia, espécie perene e rústica, de fácil manutenção. A flor do Antúrio se apresenta em formato bem pequeno, alcançando o tamanho da cabeça de um alfinete. A parte colorida e exótica, que normalmente chamamos de flor é na verdade a inflorescência da planta.

Planta é empregada com tradição em projetos de paisagismo, na decoração de interiores, é cultivada em vasos, ou ainda compõem maciços e bordaduras em jardins externos. Espécie  ideal para o cultivo sob meia sombra ou sombra, em locais  menos iluminados do jardim.

antúrio passou por um grande processo de melhoramento genético, onde proporcionou diversas variedades, com portes menores que a planta tradicional e flores de diversas cores, como por exemplo:vermelho, rosa, salmão, chocolate, verde e branca.

Dicas de cuidados que o antúrio necessita:

  • Realize rega 2 vezes na semana.
  • Cultive sob meia sombra ou sombra.
  • Plante em substratos ricos em matéria orgânica, como: fibra de coco, misturado com terra vegetal.
  • Realize mudas através de divisão de touceira.
  • Faça limpeza e replantio a cada 2 anos, retire folhas e raízes velhas, para revitalizar a planta.

Visite também os posts:

Iluminação para orquídeas.

Orquídea bambu.

Talude

Pergolado

Mesa de madeira rústica

Pergolado de bambu

Decoração com caixas de feira

Decoração com paletes

Mil folhas.

Malicia.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Phormium tenax


Phormium tenax, nome cientifico da planta também conhecida popularmente como: fórmio, linho da nova Zelândia, fibra da nova Zelândia e cânhamo da nova Zelândia, é uma planta vigorosa de folhagem ornamental, nativa da Nova Zelândia; Planta perene de folhas em forma de lâmina muito longas e eretas que podem alcançar 3 metros de altura.

Folhagem com inúmeras variedades, com folhas: verdes, avermelhadas ou com margens e listras longitudinais nas cores: amarela, branca, laranja,  róseo e roxo.

Com flores que surgem na primavera e atraem grande numero de polinizadores, com flores vermelhas e depende da variedade tem maior ou menor importância ornamental.

Há diversas variedades de phormium tenax, como:

  • Mini fórmio.
  • Fórmio roxo.
  • Fórmio rubro.
  • Fórmio varigata.
phormium tenax trata-se de folhagem muito vistosa e resistente o que a torna apropriada para o cultivo em projetos paisagístico de muitas formas,como:
  • Renque.
  • Maciço.
  • Isolada em gramados.
  • Envasada em ambientes internos e externos.
  • E como planta palustre próximo á lagos, piscinas, espelho d’água; E ainda junto a taludes e grandes pedras.

Por ser uma espécie tão versátil, o phormium tenax pode ser introduzida em jardim de estilo tropical, contemporâneo e até mesmo árido.

Na Nova Zelândia, as fibras extraídas das folhas de fórmio, são utilizadas em cestarias e artesanatos pelos Maori, que também o utilizam como planta medicinal.

phormium tenax também trata-se de uma planta utilizada na confecção de arranjos florais, como decoração de ambientes de casas, escritório, salão de festa etc…

Dicas para o cultivo saudável do phormium tenax:

  • Regue a planta a cada 10 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
  • Disponibilize em ambientes internos luz direta por 3 ou 4 horas diárias.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de divisão de touceira e por sementes.
  • Realize limpeza da planta quando cessar a floração, retire folhas e hastes  das flores velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Dê espaçamento para o plantio de 80 cm entre as mudas e cultive bem rente ao muro.
  • Misture ao solo grama seca ou palha de arroz, para  manter o solo sempre úmido.

Siga estas dicas de cultivo e o phormium tenax se manterá com aparência exuberante, desta forma trás vida e colorido na decoração do ambiente, e deixa a espécie livre de doenças e pragas.


Pode ser introduzida em jardim de estilo tropical, contemporâneo e até mesmo árido.

Folhagem muito vistosa e resistente, o que a torna apropriada para o cultivo em projetos paisagístico de muitas formas.

Visite também os posts:

Sapatinho de judia.


Trepadeira para pergolado.


Trepadeiras.


Filodendro.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.