Tag: decoração do ambiente

Alpinia purpurata


Alpinia purpurata, nome cientifico da planta conhecida também como: gengibre vermelho, alpinia , alpina vermelha e alpinia rubra, espécie tropical , de folhas longas e flores vermelhas; Ou tecnicamente dizendo, brácteas vermelhas, (Brácteas=modificação da folha que envolve e protege a flor).

O grande mestre do paisagismo brasileiro, Burle Marx, responsável por introduzir esta espécie a projetos de paisagismo. Espécie resistente, que exige pouca manutenção, porem sensível ao frio, (por ser espécie tropical).

alpinia purpurata é uma herbácea perene que pode alcançar até 2 metros de altura e floresce o ano todo e atrai polinizadores. Planta de fácil manutenção, excelente para realizar barreira visual.

Muito rústica, com folhas e flores muito ornamentais, também utilizada como flor de corte, para composição de arranjos.

Em projetos de paisagismo a planta é excelente para ser cultivada em jardim no estilo tropical, praças e parques, na forma de:

  • Bordadura nas bordas de edificações.
  • Maciços em gramados.
  • Pano de fundo para outras espécies tropicais de menor porte.

alpinia purpurata apresenta floração na cor vermelha, desta forma a planta se integra com facilidade a espécies, nas cores:

  • Vermelha, laranja, amarela e branca.

Siga esta dica para facilitar na escolha das espécies para realizar o projeto e cultivo do jardim.

  1. ARBUSTO: Russelia.
  2. TOUCEIRA: Bambusa. Estrelítzia.
  3. FOLHAGEM: Antúrio.
  4. TREPADEIRA: Sanguínea. Jade.
  5. FORRAÇÃO: Lambari. Mal me quer.

Dicas para o cultivo saudável do  alpinia purpurata:

  • Regue a planta 1 vez na semana.
  • Cultive sob meia sombra ou sombra.
  • Cultive em solo fértil, bem drenado e ricos em matéria orgânica.
  • Realize mudas através de divisão de touceira.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas e raízes velhas quando cessar a floração.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  alpinia purpurata, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Burle Marx, responsável por introduzir esta espécie a projetos de paisagismo.

 

Muito rústica, com folhas e flores muito ornamentais.

Visite também os posts:

Hibiscous sabdariffa.


Mal me quer.


Dedal de dama.

Maranta zebrada

Trevo de quatro folhas

Zínia

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Quaresmeira


Quaresmeira, (Tibouchina granulosa, Tibouchina sellowiana), também é conhecida como: cuipeúna, flor da quaresma e jacatirão de capote; Arvore perene, originária do Brasil, a espécie apresenta grande ocorrência na Mata Atlântica, nas encostas úmida da Serra do Mar, desde o Rio de Janeiro até Santa Catarina.

A planta apresenta floração duas vezes ao ano, mais intensa no início do ano, que coincide com o período da quaresma cristã, dai o nome da planta; E quando cultivada com devido cuidados, também apresenta flores, no Outono.

De copa densa, com folhas verde escuro e floração que atrai muito polinizadores, a quaresmeira trata-se de uma arvore de fácil manutenção e crescimento lento; Além da importância ecológica, a quaresmeira não apresenta raízes agressivas, permitindo seu plantio em calçadas sem danifica-las.

Em projetos de paisagismo quaresmeira é excelente para ser cultivada em:

  • Jardim no estilo tropical.
  • Jardim no estilo contemporâneo.
  • Jardim no estilo clássico.
  • Jardim no estilo japonês.
  • Calçadas.
  • Praças.
  • Parques.
  • Pórticos.

Há inúmeras formas de introduzir a quaresmeira na decoração, para a composição com harmonia no ambiente, tais como:

  • Isolada em gramados, com crescimento livre.
  • Isolada em gramados, com poda de contenção na forma de arvoreta.
  • Conjunto ao longo de alamedas
  • Conjunto de exemplares, na forma de pequeno bosque.
  • Bonsai.
  • Arbusto.

Devido a  quaresmeira apresentar floração na cor branca e rosa, a planta se integra com facilidade a espécies, nas cores:

  • Rosa, vermelha e branca.

Siga esta dica para facilitar na escolha das espécies para realizar o projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE:  Calistemo.
  2. ARBUSTO:  Azálea.
  3. FORRAÇÃO:  Grama amendoim.

Dicas para o cultivo saudável da quaresmeira :

  • Regue a planta  1 vez na semana.
  • Cultive sob sol pleno.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de sementes, estacas ou alporquias.
  • Realize limpeza da planta quando cessar a floração.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  quaresmeira , ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


A planta apresenta floração duas vezes ao ano, mais intensa no início do ano.

A quaresmeira não apresenta raízes agressivas, permitindo seu plantio em calçadas sem danifica-las.

Visite também os posts:

Cadeira americana.


Recicle janela de madeira.


Mesa de madeira.


Decoração com paletes.


Patina de demolição.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Plátanos


Plátanos, (platanus), nativa da Europa,  Ásia e América do norte; Arvore perene de folhas largas e planas que mudam de tom nas quatro estações do ano, o que dá a planta característica marcante.

Arvore de grande porte, que pode atingir 30 metros de altura; com folhas que nascem num verde claro vibrante e mudam para o amarelo, seguidas de um vermelho no outono, antes de caírem; O que acrescenta a planta beleza transformadora, a cada estação.

De fácil manutenção, o plátanos porem apresenta grande queda de folhas, não sendo indicada o cultivo para locais com necessidade de limpeza constante, como por exemplo em pórticos, fachadas de comércio e hospitais.

Uma curiosidade muito grande sobre o plátanos, é que crê-se que a folha está simbolizada na bandeira do Canadá. No entanto, a folha ilustrada é a de bordo vermelho; a confusão ocorre devido à semelhança física entre elas. As duas árvores pertencem a gêneros diferentes: plátano (platanus) e bordo (acer).

Em projetos de paisagismo plátanos é excelente para ser cultivada em:

  • Jardim no estilo japonês.
  • Praças.
  • Parques.

Há inúmeras formas de introduzir a plátanos na decoração, para a composição com harmonia no ambiente, tais como:

  • Isolada em gramados, com crescimento livre.
  • Conjunto ao longo de alamedas
  • Conjunto de exemplares, na forma de pequeno bosque.
  • Bonsai.

Devido a plátanos não apresentar floração, ela se integra com facilidade a plantas de folhagens exuberante; Consulte as dicas de espécies para auxiliar na escolha das plantas do  projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE:  Pinheiros.
  2. TOUCEIRA:  Cica

Dicas para o cultivo saudável do plátanos :

  • Regue a planta a cada 10 dias, pois a plátanos apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, porém a planta tolera bem o frio.
  • Faça a poda de contenção da planta sempre que houver necessidade.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  plátanos, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Excelente para ser cultivada em jardim japonês.
Arvore perene de folhas largas e planas que mudam de tom nas quatro estações do ano.

Arvore de grande porte, que pode atingir 30 metros de altura.

Visite também os posts:

Pata de vaca branca.

Piléia.

Mulungu.

Agapanthus.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.