Tag: decoração de interiores

Anturio branco

O antúrio, (Anthurium andraeanum), planta nativa da Colômbia, espécie perene e rústica, de fácil manutenção. A flor do Antúrio se apresenta em formato bem pequeno, alcançando o tamanho da cabeça de um alfinete. A parte colorida e exótica, que normalmente chamamos de flor é na verdade a inflorescência da planta.

Planta é empregada com tradição em projetos de paisagismo, na decoração de interiores, é cultivada em vasos, ou ainda compõem maciços e bordaduras em jardins externos. Espécie  ideal para o cultivo sob meia sombra ou sombra, em locais  menos iluminados do jardim.

antúrio passou por um grande processo de melhoramento genético, onde proporcionou diversas variedades, com portes menores que a planta tradicional e flores de diversas cores, como por exemplo:vermelho, rosa, salmão, chocolate, verde e branca.

Dicas de cuidados que o antúrio necessita:

  • Realize rega 2 vezes na semana.
  • Cultive sob meia sombra ou sombra.
  • Plante em substratos ricos em matéria orgânica, como: fibra de coco, misturado com terra vegetal.
  • Realize mudas através de divisão de touceira.
  • Faça limpeza e replantio a cada 2 anos, retire folhas e raízes velhas, para revitalizar a planta.

Visite também os posts:

Iluminação para orquídeas.

Orquídea bambu.

Talude

Pergolado

Mesa de madeira rústica

Pergolado de bambu

Decoração com caixas de feira

Decoração com paletes

Mil folhas.

Malicia.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Ráfia


A ráfia, (rhapis excelsa), também conhecida como: jupati, palmeira dama e palmeira raphia, trata-se de uma espécie nativa da Ásia e China, elegante e entouceirada, apresenta múltiplos estipes (caules), semelhantes ao bambu, revestidos de uma fibra rústica marrom.

Planta perene, de crescimento lento a ráfia pode alcançar até 3 metros de altura; Com folhas palmadas, plissadas e de coloração verde escura brilhante, porém quando cultivada sob sol pleno, a planta apresenta uma coloração verde clara, pois suas folhas amarelam em exposição prolongada ao sol.

Na China foi um dos primeiros ornamentos utilizados para decorar o palácio Imperial; Sendo utilizada na decoração de interiores, até os dias de hoje, com uma introdução paisagística ampla, na decoração de:salas comerciais, halls de entrada, consultórios e residências.

No paisagismo é uma espécie de palmeira introduzida em:

  • Jardins no estilo japonês.
  • Jardins no estilo tropical.
  • Jardins no estilo contemporâneo.

ráfia é indicada para o cultivo isolada em jardim japonês e isolada ou em grupo no jardim contemporâneo e tropical, e também na forma de:

  • Em gramados, também na forma de Maciços.
  • Em conjunto de vasos enfileirados.
  • Isolada em gramados.
  • Renque em Conjunto de exemplares.
  • Pano de fundo para outras espécies de menor porte.

A ráfia predomina a folhagem exuberante e constante, desta forma a planta se integra com facilidade a espécies, que florescem em todas as cores, o ideal é realizar a harmonia de acordo a folhagem. Conheça algumas sugestões para facilitar na escolha das espécies para realizar o projeto e cultivo do jardim.

  1. ARBUSTO: Pleomele. Bambusa. Cica. Agave.
  2. TOUCEIRA: Fomio roxo.
  3. FOLHAGEM: Calathea tigrina.
  4. TREPADEIRA: Lágrima de Cristo.
  5. FORRAÇÃO: Cinerária Marítima. Pedras brancas.

Dicas para o cultivo saudável da ráfia:

  • Regue a planta  1 vez na semana.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de sementes e divisão de touceiras.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas para revitalizar a planta.
  • Adube a planta alternando adubo orgânico e fertilizante mineral. para não compactar o solo.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra; Em ambientes internos a planta deve receber luz direta por 3 ou 4 horas diárias.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  ráfia, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Com folhas palmadas, plissadas e de coloração verde escura brilhante.

 

Planta perene, de crescimento lento.

 

Semelhantes ao bambu, revestidos de uma fibra rústica marrom.

Visite também os posts:

Areca bambu.


Cica.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Rhapis excelsa


Rhapis excelsa, nome cientifico da palmeira também conhecida como: jupati, palmeira raphis, palmeira dama e ráfia, trata-se de uma espécie nativa da Ásia e China, elegante e entouceirada, apresenta múltiplos estipes (caules), semelhantes ao bambu, revestidos de uma fibra rústica marrom.

Planta perene, de crescimento lento a rhapis excelsa pode alcançar até 3 metros de altura; Com folhas palmadas, plissadas e de coloração verde escura brilhante, porém quando cultivada sob sol pleno, a planta apresenta uma coloração verde clara, pois suas folhas amarelam em exposição prolongada ao sol.

Na China foi um dos primeiros ornamentos utilizados para decorar o palácio Imperial; Sendo utilizada na decoração de interiores, até os dias de hoje, com uma introdução paisagística ampla, na decoração de:salas comerciais, halls de entrada, consultórios e residências.

No paisagismo é uma espécie de palmeira introduzida em:

  • Jardins no estilo japonês.
  • Jardins no estilo tropical.
  • Jardins no estilo contemporâneo.

rhapis excelsa é indicada para o cultivo isolada em jardim japonês e isolada ou em grupo no jardim contemporâneo e tropical, e também na forma de:

  • Em gramados, também na forma de Maciços.
  • Em conjunto de vasos enfileirados.
  • Isolada em gramados.
  • Renque em Conjunto de exemplares.
  • Pano de fundo para outras espécies de menor porte.

A rhapis excelsa predomina a folhagem exuberante e constante, desta forma a planta se integra com facilidade a espécies, que florescem em todas as cores, o ideal é realizar a harmonia de acordo a folhagem. Conheça algumas sugestões para facilitar na escolha das espécies para realizar o projeto e cultivo do jardim.

  1. ARBUSTO: Pleomele. Bambusa. Cica. Agave.
  2. TOUCEIRA: Fomio roxo.
  3. FOLHAGEM: Calathea tigrina.
  4. TREPADEIRA: Lágrima de Cristo.
  5. FORRAÇÃO: Cinerária Marítima. Pedras brancas.

Dicas para o cultivo saudável da rhapis excelsa:

  • Regue a planta  1 vez na semana.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de sementes e divisão de touceiras.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas para revitalizar a planta.
  • Adube a planta alternando adubo orgânico e fertilizante mineral. para não compactar o solo.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra; Em ambientes internos a planta deve receber luz direta por 3 ou 4 horas diárias.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  rhapis excelsa, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Com folhas palmadas, plissadas e de coloração verde escura brilhante.

 

Planta perene, de crescimento lento.

 

Semelhantes ao bambu, revestidos de uma fibra rústica marrom.

Visite também os posts:

Areca bambu.


Cica.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.