Tag: decoração de ambientes

Jardim em conserva


O conceito inicial era reciclar os vidros de conserva de qualquer tamanho, criando dentro deles micro ambientes auto sustentáveis.

Porem o conceito reciclar se expandiu e todos os objetos se tornaram possíveis mini jardim.

Edson Egerland,  busca de parcerias, na intenção de incentivar o uso dos terrários na decoração de ambientes. Leva ao cliente uma opção de: decoração verde, auto-sustentável e personalizada.

A sustentabilidade e criatividade são o forte deste empreendimento, o que torna a criação do biólogo Edson Egerland algo cada vez mais conhecido e utilizado, nas casas de quem não abre mão do convívio com a natureza, porem com a praticidade e modernidade que faz parte de nossas vidas.

Com uma loja muito bem decorada, num estilo que mistura o rústico e o elegante, o espaço fica no Floripa Shopping, na ilha de Florianópolis, sempre muito bem frequentada, por quem esta a procura de sofisticação, modernidade com fácil e pouca manutenção, o que são as características deste estilo de jardim.


Sustentabilidade e criatividade são o forte deste empreendimento.

Fácil e pouca manutenção.

Auto-sustentável.

Criação do biólogo Edson Egerland.

Visite também os posts:

 

 

eca bambu. Cica. Estufa para plantas Ipê rosa. Ipê branco. Romã. Cheflera. Cerejeira ornamental. Arvore do viajante.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Phormium tenax


Phormium tenax, nome cientifico da planta também conhecida popularmente como: fórmio, linho da nova Zelândia, fibra da nova Zelândia e cânhamo da nova Zelândia, é uma planta vigorosa de folhagem ornamental, nativa da Nova Zelândia; Planta perene de folhas em forma de lâmina muito longas e eretas que podem alcançar 3 metros de altura.

Folhagem com inúmeras variedades, com folhas: verdes, avermelhadas ou com margens e listras longitudinais nas cores: amarela, branca, laranja,  róseo e roxo.

Com flores que surgem na primavera e atraem grande numero de polinizadores, com flores vermelhas e depende da variedade tem maior ou menor importância ornamental.

Há diversas variedades de phormium tenax, como:

  • Mini fórmio.
  • Fórmio roxo.
  • Fórmio rubro.
  • Fórmio varigata.
phormium tenax trata-se de folhagem muito vistosa e resistente o que a torna apropriada para o cultivo em projetos paisagístico de muitas formas,como:
  • Renque.
  • Maciço.
  • Isolada em gramados.
  • Envasada em ambientes internos e externos.
  • E como planta palustre próximo á lagos, piscinas, espelho d’água; E ainda junto a taludes e grandes pedras.

Por ser uma espécie tão versátil, o phormium tenax pode ser introduzida em jardim de estilo tropical, contemporâneo e até mesmo árido.

Na Nova Zelândia, as fibras extraídas das folhas de fórmio, são utilizadas em cestarias e artesanatos pelos Maori, que também o utilizam como planta medicinal.

phormium tenax também trata-se de uma planta utilizada na confecção de arranjos florais, como decoração de ambientes de casas, escritório, salão de festa etc…

Dicas para o cultivo saudável do phormium tenax:

  • Regue a planta a cada 10 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
  • Disponibilize em ambientes internos luz direta por 3 ou 4 horas diárias.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de divisão de touceira e por sementes.
  • Realize limpeza da planta quando cessar a floração, retire folhas e hastes  das flores velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Dê espaçamento para o plantio de 80 cm entre as mudas e cultive bem rente ao muro.
  • Misture ao solo grama seca ou palha de arroz, para  manter o solo sempre úmido.

Siga estas dicas de cultivo e o phormium tenax se manterá com aparência exuberante, desta forma trás vida e colorido na decoração do ambiente, e deixa a espécie livre de doenças e pragas.


Pode ser introduzida em jardim de estilo tropical, contemporâneo e até mesmo árido.

Folhagem muito vistosa e resistente, o que a torna apropriada para o cultivo em projetos paisagístico de muitas formas.

Visite também os posts:

Sapatinho de judia.


Trepadeira para pergolado.


Trepadeiras.


Filodendro.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Fórmio rubro


O fórmio rubro, (Phormium tenax), também conhecida popularmente como: linho da nova Zelândia, fibra da nova Zelândia e cânhamo da nova Zelândia, é uma planta vigorosa de folhagem ornamental, nativa da Nova Zelândia; Planta perene de folhas em forma de lâmina muito longas e eretas que podem alcançar 3 metros de altura.

Folhagem avermelhadas; Com flores que surgem na primavera e atraem grande numero de polinizadores, na cor vermelha que dependendo da variedade tem maior ou menor importância ornamental.

Há diversas variedades de fórmios, como:

  • Mini fórmio.
  • Fórmio roxo.
  • Fórmio verde.
  • Fórmio variegata.
fórmio trata-se de folhagem muito vistosa e  resistente, o que a torna apropriada para o cultivo em projetos paisagístico de muitas formas, como:
  • Renque.
  • Maciço.
  • Isolada em gramados.
  • Envasada em ambientes internos e externos.
  • E como planta palustre próximo á lagos, piscinas, espelho d’água; E ainda junto a taludes e grandes pedras.

Por ser uma espécie tão versátil, o fórmio rubro pode ser introduzida em jardim de estilo tropical, contemporâneo e até mesmo árido.

Na Nova Zelândia, as fibras extraídas das folhas da planta são utilizadas em cestarias e artesanatos pelos Maori, que também o utilizam como planta medicinal.

fórmio rubro também trata-se de uma planta utilizada na confecção de arranjos florais, como decoração de ambientes de casas, escritório, salão de festa etc…

Devido 0 fórmio rubro não apresentar floração, ela se integra com facilidade a plantas de folhagens exuberante; Consulte as dicas de espécies para auxiliar na escolha das plantas do projeto e cultivo do jardim.

  1. ARBUSTO:   Camarão amarelo.
  2. TREPADEIRA:     Sapatinho de judia.
  3. FORRAÇÃO:   Grama amendoim.

Dicas para o cultivo saudável do fórmio rubro:

  • Regue a planta a cada 10 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
  • Disponibilize em ambientes internos luz direta por 3 ou 4 horas diárias.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de divisão de touceira e por sementes.
  • Realize limpeza da planta quando cessar a floração, retire folhas e hastes  das flores velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Dê espaçamento para o plantio de 80 cm entre as mudas e cultive bem rente ao muro.
  • Misture ao solo grama seca ou palha de arroz, para  manter o solo sempre úmido.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim.

Siga estas dicas de cultivo e o fórmio rubro se manterá com aparência exuberante, desta forma trás vida e colorido na decoração do ambiente, e deixa a espécie livre de doenças e pragas.


Folhagem muito vistosa e resistente, o que a torna apropriada para o cultivo em projetos paisagístico de muitas formas.

Pode ser introduzida em jardim de estilo tropical, contemporâneo e até mesmo árido.

Visite também os posts:

 

Sapatinho de judia.


Trepadeira para pergolado.


Trepadeiras.


Filodendro.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.