Tag: cultive em solo fértil

Cica


Cica, Cica macho, (Cycas cincinalis), é espécie nativa de Madagascar e África tropical, atinge até 3 metros de altura; Apresenta folhas longas, curvadas nas extremidades, brilhantes e rígidas. Com vida longa e de crescimento lento, (aproximadamente 3 cm por ano), o que lhe garante alto preço no mercado.

Existem dois gêneros da planta cica :

Cica macho (Cycas cincinalis) e Cica fêmea (Cycas revoluta), que apresenta pequenas diferenças em sua estrutura em relação a cica fêmea, a cica macho possui: folhas mais alongadas e mais largas, com presença de espinhos nas hastes das folhas e uma circunferência maior e com sementes que aparecem em cachos alongados.

A cica macho costuma ser menos empregadas no cultivo e em projetos de paisagismo, devido ao porte um pouco maior e mais rústico que a cica fêmea.

A cica é utilizadas em projetos de paisagismo em estilo tropical e contemporâneo; porem necessita de muito espaço, pois se trata de uma espécie de grande porte. Indicada para local com fluxo intenso de pedestres, pois apresenta grande resistência e beleza que se destaca quando cultivada isolada, em gramados com espaço que comporte sua folhagem exuberante.

A reprodução da cica realizada através de sementes, tem germinação e crescimento muito lentos, além das chances das sementes estarem fecundas são quase mulas, pois é necessário a presença das espécies macho e fêmeas em cultivo muito próximos e a presença de um grande número de polinizadores.

Dicas para o cultivo saudável da cica:

  • Cultive em solo fértil e bem drenado, enriquecida com composto orgânico e areia.
  • Regue a planta apenas em períodos grandes sem chuva, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno. Espécie de clima quente, não tolera sombra ou ambientes fechados, pois ocorre proliferação da colchonilha em suas folhas e deixa a planta com manchas amarelas e pode causar a morte da planta.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Realize mudas através da separação de brotos que nascem entorno da planta mãe. Os brotos retirados e cultivados devem receber rega constante e armazenado á meia sombra ate que a muda crie resistência.




 

A cica macho costuma ser menos empregadas no cultivo e em projetos de paisagismo, devido ao porte maior e mais rústico que a cica fêmea.

Apresentam folhas longas, curvadas nas extremidades, brilhantes e rígidas.

A cica macho apresenta espinhos nas hastes das folhas.

Apresenta sementes em cachos alongados.

A cica macho necessita de muito espaço, pois se trata de uma espécie de  grande porte.

Visite também os posts:

Cica fêmea.

Areca bambu.


Tamareira de jardim.


Pândano.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Cica macho


Cica macho, Cica, (Cycas cincinalis), é espécie nativa de Madagascar e África tropical, atinge até 3 metros de altura; Apresenta folhas longas, curvadas nas extremidades, brilhantes e rígidas. Com vida longa e de crescimento lento, (aproximadamente 3 cm por ano), o que lhe garante alto preço no mercado.

Existem dois gêneros da planta cica :

Cica macho (Cycas cincinalis) e Cica fêmea (Cycas revoluta), que apresenta pequenas diferenças em sua estrutura em relação a cica fêmea, a cica macho possui: folhas mais alongadas e mais largas, com presença de espinhos nas hastes das folhas e uma circunferência maior e com sementes que aparecem em cachos alongados.

A cica macho costuma ser menos empregadas no cultivo e em projetos de paisagismo, devido ao porte um pouco maior e mais rústico que a cica fêmea.

A cica macho é utilizadas em projetos de paisagismo em estilo tropical e contemporâneo; porem necessita de muito espaço, pois se trata de uma espécie de grande porte. Indicada para local com fluxo intenso de pedestres, pois apresenta grande resistência e beleza que se destaca quando cultivada isolada, em gramados com espaço que comporte sua folhagem exuberante.

A reprodução  da cica realizada através de sementes, tem germinação e crescimento muito lentos, além das chances das sementes estarem fecundas são quase mulas, pois é necessário a presença das espécies macho e fêmeas em cultivo muito próximos e a presença de um grande número de polinizadores.

Dicas para o cultivo saudável da cica macho:

  • Cultive em solo fértil e bem drenado, enriquecida com composto orgânico e areia.
  • Regue a planta apenas em períodos grandes sem chuva, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno. Espécie de clima quente, não tolera sombra ou ambientes fechados, pois ocorre proliferação da colchonilha em suas folhas e deixa a planta com manchas amarelas e pode causar a morte da planta.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Realize mudas através da separação de brotos que nascem entorno da planta mãe. Os brotos retirados e cultivados devem receber rega constante e armazenado á meia sombra ate que a muda crie resistência.


A cica macho costuma ser menos empregadas no cultivo e em projetos de paisagismo, devido ao porte maior e mais rústico que a cica fêmea.

 


Apresentam folhas longas, curvadas nas extremidades, brilhantes e rígidas. 

A cica machoa apresenta espinhos nas hastes das folhas.

Apresenta sementes em cachos alongados.

A cica macho necessita de muito espaço, pois se trata de uma espécie de grande porte.

Foto da Cica fêmea, para comparação da estrutura em relação a cica macho.

Visite também os posts:

Cica fêmea.

Areca bambu.


Tamareira de jardim.


Pândano.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Rosas, como cultivar


O cultivo da rosa deve ser realizado preferencialmente em local ensolarado e arejado, para evitar o surgimento de fungos nas folhas e flores, especialmente em regiões chuvosas, com a escolha correta do local as roseiras irão florescer bem, o ano todo.

As roseiras devem ser cultivadas sob sol pleno ou meia sombra, pois as rosas necessitam receber pelo menos de 6 horas diárias de luz solar direta.

Após o plantio das mudas, até a primeira floração, a roseira deve ser regada com moderação todos os dias.

Quando o plantio for realizado com mudas envasadas, (cultivadas em sacos plásticos), pode ser feito em qualquer época do ano.

Porém quando o plantio for realizado com mudas chamadas raiz nua,(estacas), recomenda-se evitar os meses mais quentes, o período mais indicado é o outono e inverno. Uma dica importante é, utilizar os galhos mais grossos, retirados na poda, para realizar mudas de roseiras.

A primeira poda deve ser feita um ano após o plantio e repetida todos os anos, nos meses de julho e agosto. Para garantir uma maior produtividade de flores da planta.

As roseiras infelizmente é uma planta susceptível á pragas e doenças. Entre elas, as mais comuns na infestação da planta são:

Pulgões: são os mais comuns, sugadores, causam deformações nas partes atacadas, principalmente brotos novos e botões. O controlo pode ser feito com calda de fumo.

Formigas cortadeiras: Fazem mais estragos nas folhas e brotos. Iscas formicidas costumam ser bem eficazes.

Mofo branco: (oídio),  não escolhe época para atacar, botões e  folhas são os alvos preferidos. A prevenção pode ser feita aplicação de enxofre solúvel.

O espaçamento entre as mudas são variados, existem inúmeras espécies de roseiras, portanto há diferentes espaço necessário para o seu cultivo; Consulte a tabela conforme espécie que deseja cultivar:

  • Trepadeiras: de 1 a 2 metros entre as mudas.
  • Arbustivas e sempre florida: 1 metro entre as mudas.
  • Cercas vivas e silvestre: 50 a 80 cm entre as mudas.
  • Híbridas de chá: 50 cm entre as mudas.
  • Miniaturas: 20 a 30 cm entre as mudas.
  • Rasteiras: 30 cm entre as mudas.

Dicas para o cultivo saudável da roseira:

  • Regue a planta duas vezes na semana na primavera e verão e uma vez  no outono inverno; Mas suspenda a rega na temporada de chuva.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado
  • Realize mudas através de estacas aproveitas da poda
  • Faça a poda a planta no início do inverno.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.

A cor da rosa é determinada através de enxertos, portanto se realizar mudas através de estacas as rosas irão nascer sempre na cor rosa, independente da planta que foi retirada a estaca.


 

Rosa da espécie arbustiva.

Roseira de espécie arbustiva.

Roseira da espécie silvestre, apresenta um grande perfume.

Espécie cerca viva, floresce desde a primavera até o outono.

Espécies hibridas de chá.

A rosa branca é muito utilizada em forma de chás e banhos.

Roseira de espécie trepadeira.

 

Visite também os posts:

Rosa para Europa.


Ipê rosa.


Pimenta rosa.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.