Tag: cultivada em vasos

Clorofito

Clorofito, também conhecida como, gravatinha, clorofita, ( Chlorophytum comosum), é uma folhagem originária da Africa do Sul, que apresenta longas folhas, de aspecto recurvado e pendente, folhas verdes, listrada de branco no centro, cresce em touceiras baixas, de 20 a 40 cm de altura; A espécie apresenta folhas longas como fitas, o que dá nome a planta; E origina mudas á partir da floração, que se transforma em pequenos tufos de mudas.

Planta herbácea, perene, de folhagem ornamental, espécie rústica, semelhante a gramínea.

clorofito, é muitas vezes confundida com a barba de serpente, por sua imensa semelhança, as duas espécies apresentam cores e formatos muito próximos na sua estrutura e coloração. Porem em locais que a especie recebe poucos raios solares sua folhagem se apresenta apenas na cor verde.

clorofito é ideal para quem necessita realizar forração do jardim; Esta espécie de grama pode ser cultivada sob sombra ou meia sombra e necessita de pouca manutenção.

Devido sua folhagem exuberante a clorofito é ótima para formar maciços, cria contraste com plantas de cores escuras. A grama cresce rapidamente e tem sua florescência na ponta das ramagens, com flores pequenas e delicadas, passando despercebida aos olhos menos curiosos.

No paisagismo, a clorofito presta-se como excelente forração, ideal para ser cultivada sob a copa de árvores ou para ladear muros, pontuar caminhos, realizar maciços isolados, criar volumes ou ainda ser cultivada em vasos e jardineiras.

Em projetos de paisagismoclorofito é excelente para ser cultivada em:

Há inúmeras formas de introduzir a clorofito na decoração, para a composição com harmonia no ambiente, tais como:

  • Bordadura, em bordas de edificações.
  • Maciços, em gramados com crescimento livre.
  • Conjunto de vasos enfileirados.
  • Conjunto ao longo de alamedas
  • Conjunto ou isolada em ambientes internos ou externos.
  • Forração sob arvores.
  • Planta palustre próximo á lagos, piscinas, espelho d’água.
  • Junto a taludes e grandes pedras.

Dicas de espécies, que combinam com clorofito, para realizar seu projeto de paisagismo:

  1. ArvoreIpê branco;Palmeira.
  2. Arbusto: Lantana com flor branca, Hibisco com flor branca, Primavera de flor branca.
  3. Touceira: Lírio com flor branca, Formio.
  4. Trepadeira: Lágrima de Cristo.
  5. Folhagem: Todos os tipos de Imbé, Calathea tigrina.
  6. ForraçãoCinerária Marítima, Mal me quer.

Dicas para o cultivo saudável da clorofito:

  • Cultive sob meia sombra, planta resistente a geadas.
  • Regue a planta a cada 10 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através de divisão de touceira.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas e raízes velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10
  • Dê espaçamento no plantio de 20 cm entre as mudas e pode ser cultivado bem rente ao muro.
  • As mudas se apresentam nas pontas de pendoem que saem da planta mãe.

Seguindo estas dicas e cuidados a clorofito se manterá com boa aparência e livre de doenças e pragas, trazendo vida e colorido para o ambiente.

As mudas se apresentam nas pontas de pendoem que saem da planta mãe.

.

.

Em locais que a especie recebe poucos raios solares sua folhagem se apresenta apenas na cor verde.

A folhagem ornamental.

Sua florescência na ponta das ramagens, com flores pequenas e delicadas.

Visite também os posts:

Jardim clássico.

Parque do Ipiranga.


Jardim desértico ou árido.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Bambu do céu


Bambu do céu, (Nandina domestica Thunb), também popularmente conhecida como: avenca japonesa, nanten, nandina, bambu celeste, espécie nativa da China e Japão; Arbusto entouceirado com porte que chega atingir 2 metros de altura.

Folhagem ornamental, de folhas que nascem com tom laranja-avermelhado e vai se tornando verde claro com o passar dos dias, a planta apresenta frutos vistosos durante a primavera-verão, são pequenas bolinhas vermelhas e brilhantes e seus folíolos se tornam avermelhados durante o outono e inverno, oque dão a planta um ar oriental.

bambu do céu é bastante tolerante a baixas temperaturas, amplamente cultivada em regiões mais frias.

Em projetos de paisagismo a bambu do céu é muito cultivada em jardim de estilo japonês; Porém a planta comporta o uso em jardim no estilo contemporâneo em forma de renque, junto a muros e paredes.

Planta de formato extremamente delicado, possibilitando seu cultivo em ambientes internos, como em:

  • Consultório.
  • Escritório.
  • Hall de entrada.

Podendo ser cultivada em vasos, em conjunto ou solitário, em local onde a planta receba luz direta por 3 horas diárias.

Dicas para o cultivo saudável da bambu do céu:

  • Regue a planta  1 vez na semana.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra. Com preferência á meia sombra, quando cultivadas em regiões mais quentes e ensolaradas.
  • Cultive em solo fértil, bem drenado e ricos em matéria orgânica.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Realize mudas através de sementes, estacas e divisão de touceira.

Sugestões de espécie que se integram com bambu do céu, para realizar projetos de paisagismo.

  1. ARVORE: Pinheiro.
  2. ARBUSTO: Lanterninha japonesa. azaleia Buxinho.
  3. TOUCEIRA: Bambusa.
  4. TREPADEIRA: Lágrima de Cristo.
  5. FORRAÇÃO: Clorofito.

Siga estas dicas de cultivo e a  bambu do céu, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Folhagem ornamental, de folhas que nascem com tom laranja-avermelhado e vai se tornando verde claro a medida que a planta cresce.

Folhagem ornamental, de folhas que nascem com tom laranja-avermelhado.

bambu do céu é bastante tolerante a baixas temperaturas.

Visite também os posts:

Sapatinho de judia.

Trepadeira para pergolado.


Trepadeira sanguínea.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Bambu celeste


Bambu celeste, (nandina domestica thunb), também popularmente conhecida como: avenca japonesa, nanten, bambu do céu, nandina espécie nativa da China e Japão; Arbusto entouceirado com porte que chega atingir 2 metros de altura.

Folhagem ornamental, de folhas que nascem com tom laranja-avermelhado e vai se tornando verde claro a medida que a planta cresce, a espécie apresenta frutos vistosos durante a primavera-verão, são pequenas bolinhas vermelhas e brilhantes e seus folíolos se tornam avermelhados durante o outono e inverno, oque dão a planta um ar oriental.

bambu celeste é bastante tolerante a baixas temperaturas, amplamente cultivada em regiões mais frias.

Em projetos de paisagismo a bambu celeste é muito cultivada em jardim de estilo japonês; Porém a planta comporta o uso em jardim no estilo contemporâneo em forma de renque, junto a muros e paredes.

Planta de formato extremamente delicado, possibilitando seu cultivo em ambientes internos, como em:

  • Consultório.
  • Escritório.
  • Hall de entrada.

Podendo ser cultivada em vasos, em conjunto ou solitário, em local onde a planta receba luz direta por 3 horas diárias.

Dicas para o cultivo saudável da bambu celeste:

  • Regue a planta  1 vez na semana.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra. Com preferência á meia sombra, quando cultivadas em regiões mais quentes e ensolaradas.
  • Cultive em solo fértil, bem drenado e ricos em matéria orgânica.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Realize mudas através de sementes, estacas e divisão de touceira.

Sugestões de espécie que se integram com bambu celeste, para realizar projetos de paisagismo.

  1. ARVORE: Pinheiro.
  2. ARBUSTO: Lanterninha japonesa. azaleia Buxinho.
  3. TOUCEIRA: Bambusa.
  4. TREPADEIRA: Lágrima de Cristo.
  5. FORRAÇÃO: Clorofito.

Siga estas dicas de cultivo e a  bambu celeste, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


A bambu celeste é bastante tolerante a baixas temperaturas.

Folhagem ornamental, de folhas que nascem com tom laranja-avermelhado e vai se tornando verde claro a medida que a planta cresce.

Visite também os posts:

Sapatinho de judia.

Trepadeira para pergolado.


Trepadeira sanguínea.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.