Tag: adubo

kalanchoe vermelho


O kalanchoe é uma planta nativa de Madagascar, seu porte chega atingir 30 cm de altura e possui folhas grossas de cor verde escuro com bordas onduladas.

Suas flores na natureza aparecem no final do outono e se mantém durante todo inverno, até a chegada da primavera. Porém os agricultores induzem a floração em outras épocas do ano, por este motivo, podemos encontra-las á venda durante o ano todo.

O kalanchoe é uma planta muito resistente e ao mesmo tempo delicada. Dê acordo com a região do Brasil  é conhecida por nomes diferentes, como por exemplo: flor da fortuna, calandiva, kalanchoe ou ainda  flor do papai.

Trata-se de uma planta com um ciclo de vida de mais ou menos 2 anos, depende dos cuidados que a planta recebe; Após este tempo a planta perde a força e vitalidade e necessita ser replantada. O kalanchoe é ideal para ser cultivado em floreiras ou como bordaduras em jardins, criando combinações de cores ou cultivado em uma única cor, (não há regras para realizar este cultivo).

Esta é uma das poucas plantas que se encontra com facilidade em floras, floriculturas, super mercados, com preços bem convidativos; Por ser uma espécie amplamente hibridada, a cada novo evento ou feiras deste segmento, o kalanchoe é apresentado com uma novidade nas cores, formas ou flores.

Com uma ampla variedade de formas, cores e tons; Com flores que variam desde: vermelha, laranja, amarela, rosa, lilás e branca. Com pétalas simples, duplas até tripas que encarece, a planta, mas ainda deixa com bom preço e uma beleza muito maior. E dá a planta a possibilidade de ser empregada nos mais diversos estilos de arranjos florais e decorações de festas, casas, consultórios e escritórios.

Dicas de cultivo saudável do kalanchoe vermelho:

  • Cultive em solo bem drenado e fértil, rico em matéria orgânica.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
  • Realize a rega duas vezes na semana no verão e uma vez na semana no inverno.
  • Retire hastes velhas da planta á medida que murcham, para surgirem flores novas.
  • Não molhe as folhas e flores, pois pode causar apodrecimento.
  • Adube com fertilizante mineral NPK 04-14-08.


O kalanchoe é uma planta nativa de Madagascar

Planta com ciclo de vida de cerca de 2 anos, depende dos cuidados que recebe.

Planta que pode ser empregada nos mais diversos estilos de arranjos florais e decorações de festas, casas, consultórios e escritórios

Visite também os posts:

Kalanchoe amarelo.


Violeta.


Lírio amarelo.


Agapanto azulão.

Afelandra.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Cica macho


Cica macho, Cica, (Cycas cincinalis), é espécie nativa de Madagascar e África tropical, atinge até 3 metros de altura; Apresenta folhas longas, curvadas nas extremidades, brilhantes e rígidas. Com vida longa e de crescimento lento, (aproximadamente 3 cm por ano), o que lhe garante alto preço no mercado.

Existem dois gêneros da planta cica :

Cica macho (Cycas cincinalis) e Cica fêmea (Cycas revoluta), que apresenta pequenas diferenças em sua estrutura em relação a cica fêmea, a cica macho possui: folhas mais alongadas e mais largas, com presença de espinhos nas hastes das folhas e uma circunferência maior e com sementes que aparecem em cachos alongados.

A cica macho costuma ser menos empregadas no cultivo e em projetos de paisagismo, devido ao porte um pouco maior e mais rústico que a cica fêmea.

A cica macho é utilizadas em projetos de paisagismo em estilo tropical e contemporâneo; porem necessita de muito espaço, pois se trata de uma espécie de grande porte. Indicada para local com fluxo intenso de pedestres, pois apresenta grande resistência e beleza que se destaca quando cultivada isolada, em gramados com espaço que comporte sua folhagem exuberante.

A reprodução  da cica realizada através de sementes, tem germinação e crescimento muito lentos, além das chances das sementes estarem fecundas são quase mulas, pois é necessário a presença das espécies macho e fêmeas em cultivo muito próximos e a presença de um grande número de polinizadores.

Dicas para o cultivo saudável da cica macho:

  • Cultive em solo fértil e bem drenado, enriquecida com composto orgânico e areia.
  • Regue a planta apenas em períodos grandes sem chuva, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno. Espécie de clima quente, não tolera sombra ou ambientes fechados, pois ocorre proliferação da colchonilha em suas folhas e deixa a planta com manchas amarelas e pode causar a morte da planta.
  • Realize limpeza da planta, retire folhas velhas, para revitalizar a planta.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Realize mudas através da separação de brotos que nascem entorno da planta mãe. Os brotos retirados e cultivados devem receber rega constante e armazenado á meia sombra ate que a muda crie resistência.


A cica macho costuma ser menos empregadas no cultivo e em projetos de paisagismo, devido ao porte maior e mais rústico que a cica fêmea.

 


Apresentam folhas longas, curvadas nas extremidades, brilhantes e rígidas. 

A cica machoa apresenta espinhos nas hastes das folhas.

Apresenta sementes em cachos alongados.

A cica macho necessita de muito espaço, pois se trata de uma espécie de grande porte.

Foto da Cica fêmea, para comparação da estrutura em relação a cica macho.

Visite também os posts:

Cica fêmea.

Areca bambu.


Tamareira de jardim.


Pândano.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Alamanda amarela


A alamanda amarela, carolina, dedal de moça e dedal-de-dama, ( Alamanda Cathartica), trepadeira nativa do Brasil, que apresenta vistosas flores e uma  folhagem espessa e bastante ornamental, composta de folhas verdes e vistosas o ano inteiro. Planta perene, semi-lenhosa de crescimento lento.

Alamanda amarela é uma trepadeira lactescente, semi-lenhosa do litoral norte, nordeste e leste do Brasil, muito vigorosa com variável tonalidades de flores, em:

  • Amarelo.
  • Rosa.
  • Vinho.

A alamanda amarela é uma trepadeira muito utilizada em projetos de paisagismo, pois trata-se de uma espécie muito resistente e de fácil manutenção, realiza de forma uniforme a cobertura do espaço onde é cultivada; Porém não é recomendada para o cultivo em pergolados, devido a sua floração ficar pouco exposta quando cultivada neste local.

Entretanto a alamanda amarela é a trepadeira ideal para ser cultivada em:

  • Cercas.
  • Pórticos.
  • Taludes.
  • Muros.

Sempre tutorada com arames muito firmes, pois a planta apresenta ramos fortes e pesado.

A alamanda amarela é muito introduzida em projetos de paisagismo residenciais, empresarias e urbanos, fazendo desta trepadeira uma das espécies mais conhecidas, pois esta sempre florida e suas folhas apresentam um verde com brilho destacado.

Apesar da alamanda amarela ser uma planta tão conhecida e introduzida em ambientes de grande circulação de pessoas trata-se de uma espécie lactescente, (produz látex resinoso e venenoso),  por este motivo deve se ter atenção no contato de crianças com a planta.

Dicas para o cultivo saudável da alamanda amarela:

  • Regue a planta a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, porém a alamanda amarela é uma planta que tolera bem o frio.
  • Realize mudas através de sementes ou estacas aproveitadas da poda
  • Faça a poda de contenção da planta se houver necessidade, entre os meses de maio até agosto.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.


Trepadeira que apresenta flores e folhas vigorosas.

Sementes da trepadeira alamanda.

Cultive sob sol pleno.

A alamanda deve ser tutorada com arames muito firmes pois a planta apresenta ramos fortes e pesado.

Visite também os posts:

 

Sapatinho de judia.

Trepadeira para pergolado.


Trepadeira sanguínea.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.