Tag: Adube

Sapatinho de jundia


O sapatinho-de-judia, (Thunbergia mysorensis), apresenta uma folhagem e inflorescência de grande exuberância, trata-se de uma trepadeira da família da tumbérgia, compostas de flores que nascem em formato de grandes cachos, que se abrem de 5 a 7 flores de cada vez, fazendo com que o cacho apresente flores por mais de um mês seguido.
Com flores são formadas de um mesclado de amarelo e marrom. Com folhagem que também auxilia no destaque das flores, devido ao verde escuro que as folhas apresentam; Com pequena queda de folhas no outono inverno, ajuda na conservação da limpeza do ambiente em que for cultivada.

Apropriada para cobrir pérgolados, onde a inflorescência pendente fica destacada. Atrai grande quantidade de beija-flores e borboletas. Utilizada em projetos de paisagismo em estilo tropical; Deve ser cultivada em locais com espaço para reproduzir suas flores que nascem penduradas em grandes cachos, com grande quantidade de flores.

Cuidados que o sapatinho de judia necessita:

  • Plante em substratos ricos em matéria orgânica.
  • Realize mudas através de estaquias
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Regue a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, ou meia sombra, a planta não tolera frio.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.


Lantana


A planta Lantana, (Lantana câmara), é nativa da América Tropical. E apresenta por volta de 500 espécies diferentes, com uma infinidade de cores, com plantas rasteiras e arbustiva. A inflorescência é o destaque da lantana, compostas por numerosas flores em  formato de pequenos buquês, em cores variadas, com um suave e agradável perfume. Com folhas muito pilosas na cor verde escuro.

Planta que floresce desde a primavera até o outono. De crescimento rápido, e muito resistente a pragas. A planta da espécie lantana câmara mutabilis, apresenta a peculiaridade de florir em vários tons e cores diferentes na mesma planta.

Com um efeito ornamental espetacular, muito utilizada em projetos de paisagismo urbano, como: canteiros de avenidas, praças, parques e jardins.

Porém em estado selvagem a lantana câmara é planta invasora em culturas de: palmeiras, coco, café, algodão e pastagens. Suas folhas e sementes são tóxicas para o gado e quando ingere a planta apresenta distúrbios gastrintestinais e fotossensibilização. O que torna a planta nestas regiões de agricultura e pecuária alvo de controle biológico e químico.

Dicas de cuidados no cultivo da lantana:

  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Regue a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, porém a lantana é uma planta que tolera bem o frio.
  • Faça a poda a planta no início do inverno.
  • Realize mudas através de sementes ou estacas aproveitadas da poda.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.


    Arbusto de lantana.

    Inflorescência de lantana, seu primeiro estágio se apresenta em formato de pequenas bolinhas, até adquirir forma de buquê.

    Lantana.

    Lantana.

    Visite também os posts:

    Zínia.


    Pergolado de bambu.


    Orquídea bambu.


    Envie comentário.

    Tire suas dúvidas.

    Curta no facebook.

    Siga no twitter.