Hibiscus sabdariffa


Hibiscus sabdariffa, popularmente conhecido como hibisco, trata-se de um arbusto nativo da Ásia, espécie amplamente hibridada, com cerca de 300 espécies, dando origem a inúmeras formas e cores de flores exuberantes. Apresenta folhas verde claro ou mescladas de verde e branco, (espécie menos cultivada). A planta pode atingir até 2 metros de altura.

Uso ornamental do hibiscus sabdariffa:

O hibiscus sabdariffa pode ser cultivado das mais diversas formas, como em: vasos, espécies isolada, cerca viva, maciços e até em forma de bonsai, que reforça a beleza da planta.

Muito utilizada em projetos de paisagismo, pois trata-se de uma planta de baixa manutenção, fazendo necessário um maior cuidado quando cultivada em forma de cerca viva e bonsai, pois são formas de cultivos que requerem maiores cuidados.

O hibiscus sabdariffa é uma espécie amplamente cultivada para fins comerciais, uma planta com auto poder econômico, com venda garantida tanto na forma de plantas ornamentais, como em forma de medicamento natural e está amplamente disseminado em regiões tropicais e subtropicais.

Dicas para o cultivo do hibiscus sabdariffa:

  • Regue a planta a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
  • Realize mudas através de estacas aproveitas da poda e por alporquias.
  • Faça a poda da planta entre os meses de maio até agosto
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • A planta não tolera geadas e temperaturas constantemente baixa.

Uso medicinal do hibiscus sabdariffa:

Estudos realizados com o hibiscus sabdariffa revelam que a planta trás benefícios para a saúde e prova que a antocianina, um potente antioxidante, que confere a coloração vermelha ao hibiscus sabdariffa é equivalente a quantidade encontrada em uvas e vinhos tintos.

O hibiscus sabdariffa apresenta ainda acido málico (antioxidante), vitamina C e mucilagens.

Conheça os benefícios no consumo do chá de hibiscus sabdariffa:

  • Reduz pressão arterial.
  • Diminui risco de doenças cardiovasculares, pois reduz a oxidação do colesterol – LDL.
  • Favorece o bom funcionamento do intestino.
  • Queima de gordura corporal.
  • Auxilia na digestão.
  • Combate a retenção de líquidos.
  • Reduz a absorção de carboidratos e gorduras.
  • Ajuda frear o processo de envelhecimento.

*Gestantes e lactantes, não devem fazer o uso sem orientação médica.


A flor do hibisco passa uma arte da tarde e a noite fechadas.

Flor de hibisco hibridada, na cor rosa.

A flor do hibisco passa uma parte da tarde e a noite fechadas.

O hibiscus sabdariffa pode ser cultivado das mais diversas formas.

Amplamente disseminado em regiões tropicais e subtropicais.

Antocianina, um potente antioxidante, confere a coloração vermelha ao hibiscus sabdariffa

Visite também os posts:

Topiaria.


Maciço.

Coroa de Cristo.


Envie comentário.

Retire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

4 comments on “Hibiscus sabdariffa

  1. patriciaqueli@hotmail.com disse:

    Boa noite Ricardo, mudas de hibisco é facilmente encontrada em todas as floras, com bons preços.

  2. ricardo disse:

    Boa noite, gostaria de saber aonde consigo as mudas de Hibiscus sabdariffa  Abraços fiquem com deus

  3. patriciaqueli@hotmail.com disse:

    Olá Antonio, infelizmente não sei te responder com toda certeza, pois quando se trata de ingerir algum vegetal é necessário consultar um botânico, e minha formação é em artes plásticas e paisagismo; Continue visitando o Blog e se surgirem dúvidas em cultivo e decoração poderei te responder com certeza; Obrigada e boa sorte.

  4. antonio sergio travanca disse:

    Gostaria de saber é a coloração das folhas do Hibiscus sabdariffa, já vi na internet o de folhas verdes, o meu tem folhas bem vermelhas, o verde também é comestível ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>