Pingo de ouro


O arbusto lenhoso, pingo de ouro ou violeteira, (Duranta erecta aurea), nativa do México, apresenta ramagem densa amarelo-esverdeada. Quando não ocorre poda a planta produz, pequenas flores arroxeadas, róseas ou brancas e frutos esféricos, pequenos e amarelos, além disso suas folhas perdem um pouco da cor amarela, se tornando um arbusto verde em quase a totalidade da planta.

Apresenta cor mais exuberante quando cultivado sob sol pleno e produz pequenos frutos amarelos, no final do verão, que atraem pássaros.

Com crescimento rápido e cor amarelo vibrante, (os grandes responsáveis por seu grande cultivo). É uma planta excelente para: topiaria, bordadura, cerca viva, renque e bonsai. Sendo muito utilizados em projetos de paisagismo em jardim com estilo: francês, italiano e contemporâneo.

Dicas para cultivo do pingo de ouro:

  • Cultivada sob sol pleno; Em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica.
  • Rega regular; planta que não tolera à seca, porém convive bem com: frio e as geadas.
  • Multiplica-se por estaquia e por sementes, (mas estas podem originar pingos de ouro ou violeteiras).
  • Poda de formação e manutenção frequentes, sempre utilize luvas, para manipular a planta, pois os ramos contem espinhos.


Pingo de ouro cultivada como topiaria em jardim estilo clássico.

Pingo de ouro com poda regular, apresenta cor amarelo vibrante.

Fruto do pingo de ouro, em grande quantidade; E suas folhas em tons de verde.

Visite também os posts:

Jardim desértico ou árido

Buxinho

Jardim clássico

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>