Ilha do Mel-Paraná


Ilha do Mel. Impossível falar em turismo ecológico no Brasil sem citar este paraíso preservado.

O acesso é realizado de barcos que saem de Paranaguá (leva cerca de 40 minutos de barco); Ou Morretes (leva cerca de 3 horas de barco).

A Ilha do Mel é um ponto turístico de muita importância no estado do Paraná. Que faz parte do município de Paranaguá, e é administrada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). E conta com um restrito programa de manejo.
Não é permitida a tração animal ou a motor na ilha, e existem muitas áreas onde não é permitida a presença de visitantes, desta forma, a natureza permanece preservada e intacta; E faz com que seja considerada por muitos, como dona das melhores praias do estado da Paraná e do Brasil.

Dos seus 2.700 Km, apenas 200 Km têm permissão de uso – o restante é reserva ecológica (tombada pelo Patrimônio Histórico desde 1975).

Os turistas dispõem de pousadas e pequenos restaurantes. A Ilha do Mel tem cinco vilarejos: Fortaleza, Brasília, Farol, Praia Grande e Encantadas. Não há ruas ou estradas, apenas trilhas; Onde o transporte de mercadorias na ilha é realizado com carrinhos de madeira, empurrados por trabalhadores locais. A implantação de geradores de energia elétrica ocorreu em 1988; Por tanto á noite as lanternas são indispensáveis, pois a ilha não conta com iluminação publica.

Os barcos que trazem e levam os turistas, circulam até as 8 horas da noite, portanto se você pretende conhecer e se encantar com a beleza noturna da ilha, terá que se hospedar em alguma pousada local, e descobrir seus encantos.

A ilha possui quatro pontos turísticos de destaque:
No centro Nova Brasília e o Farol das Conchas.
Ao norte a Fortaleza.
E ao Sul Encantadas.

Principais pontos turístico da Ilha do Mel:

  • Praia do Farol – é onde estão localizadas as principais pousadas e restaurantes da ilha. O Farol das Conchas fica no canto direito e pode ser avistado de quase todos os pontos da Ilha do Mel.
  • Gruta das Encantadas – patrimônio natural mais importante da ilha. É muito visitada  e para facilitar o acesso, foi construída uma passarela que leva até a entrada.
  • Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres – monumento militar do século XVIII, instalado nos contrafortes do Morro da Baleia. No alto desse morro, junto à Fortaleza, está localizado o chamado “Labirinto dos Canhões”, onde estão canhões e trincheiras de pedras.

Origem do nome:
Existem várias versões sobre a origem do nome “Ilha do Mel”:

  • Antes da Segunda Guerra Mundial a ilha era conhecida como a ilha do Almirante Mehl que se dedicou à apicultura.
  • Marinheiros aposentados viviam na Ilha e dedicaram-se à apicultura, produzindo uma quantidade tamanha que chegaram a exportar o produto até os anos 60.
  • A água doce existente na ilha contém mercúrio. Em contato com a água salgada isto causa uma coloração amarela, semelhante à cor de favos de mel.
  • Os índios Carijós que viviam na região apreciavam muito o mel de abelhas, então a exploração apícola é antiga.
  • A ilha foi entreposto para navios comprarem mantimentos, entre eles farinha (mehl em alemão).

Em toda ilha você escuta falar a todo momento em trapiche, palavra que só havia escutado na música dos Para-lamas, Alagados. Então vá para a ilha, já sabendo o que é…

Trapiche: Caminho de madeira que se adentra para o rio ou mar, de onde pode ser descarregada embarcações, como se fosse uma plataforma.(Yahoo! respostas).

Dados geográficos:

  • Área da Ilha- 27,62 km².
  • Área de praias- 55,05 ha.
  • Área da Estação Ecológica-  2.240,69 ha.
  • Altitude- 151 m.
  • Á 15 milhas de Paranaguá.


    Panorâmica da praia do Farol.

    Panorâmica do caminho do Farol das conchas.

    Praia com natureza preservada.

    Trapiche e embarcações.

    Restaurante Mar & Sol; Com ótima estrutura, comida e ambiente.

    Visite também os posts:

    Morretes

    Estufa de vidro

    Passeio de bike

    Envie comentário.

    Tire suas dúvidas.

    Curta no facebook.

    Siga no twitter.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>