Pata de elefante


A pata de elefante, (Beaucarnea recurvata) é muito utilizada em projetos de paisagísmo contemporâneo, tanto em ambientes internos, (vasos), como em áreas externas, onde chega medir de 3 a 5 metros de altura. Uma planta semi-lenhosa, arbustiva, de tronco não ramificado.

Prefere temperaturas de médias a altas e clima seco. Os maiores problemas com doenças acontecem ligados a regas em excesso. A pata de elefante é uma espécie que necessita de pouca umidade no solo, pois é suscetível a podridão de raiz; Ela armazena água em sua base, não pedindo regas freqüentes. A terra deve estar bem seca antes de ser molhada, podendo passar até um mês sem receber água. Desta forma se tornando conhecida por sua fácil manutenção.

Em vasos o crescimento da pata de elefante é relativamente lento e se adapta bem a pequenos espaços, ideal para decorar os ambientes de casa como: varandas, pátios, sacadas e salas com muita iluminação natural. Somente enquanto jovem, quando começa a transição para a fase adulta a planta precisa ser transferida para o solo.

Comprar novas mudas em viveiros, ainda é a melhor opção, pois a pata de elefante não é uma espécie de fácil multiplicação.

Dicas para o cultivo saudável da pata de elefante:

  • Regue a planta a cada 20 dias, pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, porém a lantana é uma planta que tolera bem o frio.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.


Paisagismo contemporâneo. Foto revista natureza.

Pata de elefante em sol pleno. Foto revista natureza.

Conjunto com 3 vasos com pata de elefante, e uma iuca elefante ao fundo.

Visite também os posts:

Iuca elefante

Lavanda.

Pândano.

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>