Helicônia rostrata


A helicônia rostrata, (heliconia rostrata) tem sua inflorescência pendente; nativa da Amazônia, Costa Rica e Guiné. Dona de um vermelho intenso, alegra todo o ambiente. Com sua inflorescência  capaz de atingir 60 cm de comprimento e para sustenta-la, a planta chega a 2,5 metros de altura.

Quando cultivada na sombra a helicônia rostrata tem a tendência de crescer mais e florir menos, portanto se você deseja ter muitas flores em seu jardim escolha um local que sua planta receba de 4 a 6 horas de sol diariamente. E para que as folhas não se rasguem, cultive a espécie onde não bata muito vento; Corredores ou local muito alto e abertos, não são indicados para esta espécie de planta.

A helicônia rostrata é uma planta muito introduzida em projetos de paisagismo no estilo tropical, devido sua floração pendente e colorida, espécie de fácil manutenção com folhagem exuberante o que garante a planta muita beleza mesmo quando não apresenta floração.

Dicas para o cultivo saudável do helicônia rostrata:

  • Retire sempre as folhas velhas da helicônia rostrata, abrindo assim espaço, para folhas novas e flores com maior qualidade e quantidade.
  • Plante em solo rico em composto orgânico e bem drenado.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Regue a cada 4 dias nas estações chuvosas e a cada 2 dias nas estações secas, pois a helicônia rostrata necessita de umidade para se manter saudável e florida.


Início da inflorescência da Helicônia rostrata.

Helicônia rostrata.

Helicônia rostrata florida.

Helicônia rostrata.

Visite também os posts:

Estrelítzia terracotajardinagem

Helicônia papagaio terracotajardinagem

bananeira vermelha terracotajardinagem

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>