Pescoço de cisne

O cultivo saudável garante a espécie que fique livre de pragas e doenças, e se mantenha com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente:

Adubação, é necessário adubar a planta a cada 2 messes na primavera e verão e cada 3 meses no outono e inverno, pois na carência de alguns nutrientes, a planta apresenta sinais como: pragas, crescimento lento e não desenvolve mudas.

Cultivo deve ser realizado em solo bem drenado, misturando terra vegetal e cobertura com argila expandida quando cultivada em vasos ou jardineiras.

Multiplicação, se dá através de formação de brotos; Porém apresenta crescimento lento das mudas.

Dicas para o cultivo saudável da  pescoço de cisne:

  • Regue a planta a cada 10 dias, pois a  pescoço de cisne apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, porém é uma planta que tolera bem o frio.
  • A planta pode ser cultivada em solo com poucos nutrientes.
  • Realize mudas através da separação de brotos que nascem entorno da planta mãe.
  • Adube quando apresentar necessidade, com fertilizante mineral, Npk 10-10-10.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a pescoço de cisne, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.

Visite outros 2 posts sobre a pescoço de cisne; Veja mais fotos, obtenha mais informações através do memorial botânico e conheça como introduzir a espécie em seu projeto de paisagismo.

-Memorial botânico.

-Projeto de paisagismo com pescoço de cisne.

Maciço de agave.

planta resiste ao sol.

 

Haste para futura floração.

Cacho onde abrirá as flores da agave.

Visite também os posts:

Pata de vaca branca.

Piléia.

Mulungu.

Agapanthus.

Cica.

Estufa para plantas

Ipê rosa.

Ipê branco.

Romã.

Cheflera.

Cerejeira ornamental.

Arvore do viajante.

Parque do Ipiranga

Jardim desértico

Bilbérgia aleluia.

Ilha do Mel

 


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>