Estrelítzia


Estrelítzia, (strelítzia reginae), conhecida também como ave do paraíso, é uma herbácea, nativa da África do sul, cultivada em clima tropical e subtropical. Com grande quantidade de flores, que se abrem nas estações mais quentes, (primavera/verão).

Com brácteas que sustentam as flores e atraem muitos polinizadores; Se despontam das touceiras em inflorescência que variam em duas cores:

  • Laranja, (variedade tropical) com folhas menores.
  • Amarelo, (variedade citrina).

Apresenta folhagem exuberante e floração colorida, característica do estilo de jardim tropical.

As duas espécies atingem de 1  a  1,5 metro de altura e possuem estigmas azuis, em forma de flecha, que atraem uma grande quantidade de beija flor.

Planta de fácil manutenção, espécie resistente, e folhas e flores são muito utilizadas na composição de arranjos florais e decoração de ambientes tropicais.

Em projetos de paisagismo estrelítzia é excelente para ser cultivada em:

  • Jardim no estilo tropical.
  • Jardim no estilo contemporâneo.
  • Halls.
  • Praças.
  • Parques.
  • Pórticos.

Há inúmeras formas de introduzir a estrelítzia na decoração, para a composição com harmonia no ambiente, tais como:

  • Bordadura, em bordas de edificações.
  • Maciços, em gamados.
  • Isolada em gramados.
  • Conjunto ao longo de alamedas
  • Conjunto de exemplares, na forma de renques.
  • Forração sob arvores de grande porte.
  • Cerca viva, de porte baixo.
  • Arranjos florais.

Devido a  estrelítzia apresentar floração na cor laranja ou amarela,  a planta se integra com facilidade a espécies, nas cores:

  • Vermelha, laranja, amarela e branca.

Facilitando na escolha, projeto e cultivo do jardim.

  1. ARVORE:  Palmeira. Areca bambu.
  2. ARBUSTO:  Cica,  Pleomele,   Mirta.
  3. TOUCEIRA:  Formio, Clorofito.
  4. FOLHAGEM:  Calathea tigrina.
  5. TREPADEIRA:  Ficus pumila. Philodendro.
  6. FORRAÇÃO:  Grama amendoim,   Mal me quer.

Dicas para o cultivo saudável da estrelítzia:

  • Cultive a estrelítzia sob sol pleno.
  • Regue a planta  2 vezes na semana.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Realize mudas através da separação de brotos que nascem entorno da planta mãe.
  • Realize limpeza da planta no inicio do outono.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.
  • Mantenha o solo sempre úmido, misturando grama seca ou palha de arroz á terra.
  • Utilize Adubo orgânico, 2 vezes ao ano, para não compactar o solo.
  • Conheça os pontos cardiais, de seu jardim, desta forma irá cultivar suas plantas no local mais indicado para cada uma delas.

Siga estas dicas de cultivo e a  estrelítzia, ficará livre de pragas e doenças, e se manterá com a aparência exuberante, acrescentando vida, na decoração do ambiente.


Inflorescência laranja.

Brácteas que sustentam as flores e atraem muitos polinizadores.

Visão do beija flor, sobre a flor.

Multiplica-se facilmente por divisão de touceiras.

Arranjo floral confeccionado com estrelítzia na cor laranja.

Visite também os posts:

Afelandra

Helicônia

Madre-silva

Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no Facebook.

Siga no twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>