Category: Trepadeiras

Rosas, como cultivar


O cultivo da rosa deve ser realizado preferencialmente em local ensolarado e arejado, para evitar o surgimento de fungos nas folhas e flores, especialmente em regiões chuvosas, com a escolha correta do local as roseiras irão florescer bem, o ano todo.

As roseiras devem ser cultivadas sob sol pleno ou meia sombra, pois as rosas necessitam receber pelo menos de 6 horas diárias de luz solar direta.

Após o plantio das mudas, até a primeira floração, a roseira deve ser regada com moderação todos os dias.

Quando o plantio for realizado com mudas envasadas, (cultivadas em sacos plásticos), pode ser feito em qualquer época do ano.

Porém quando o plantio for realizado com mudas chamadas raiz nua,(estacas), recomenda-se evitar os meses mais quentes, o período mais indicado é o outono e inverno. Uma dica importante é, utilizar os galhos mais grossos, retirados na poda, para realizar mudas de roseiras.

A primeira poda deve ser feita um ano após o plantio e repetida todos os anos, nos meses de julho e agosto. Para garantir uma maior produtividade de flores da planta.

As roseiras infelizmente é uma planta susceptível á pragas e doenças. Entre elas, as mais comuns na infestação da planta são:

Pulgões: são os mais comuns, sugadores, causam deformações nas partes atacadas, principalmente brotos novos e botões. O controlo pode ser feito com calda de fumo.

Formigas cortadeiras: Fazem mais estragos nas folhas e brotos. Iscas formicidas costumam ser bem eficazes.

Mofo branco: (oídio),  não escolhe época para atacar, botões e  folhas são os alvos preferidos. A prevenção pode ser feita aplicação de enxofre solúvel.

O espaçamento entre as mudas são variados, existem inúmeras espécies de roseiras, portanto há diferentes espaço necessário para o seu cultivo; Consulte a tabela conforme espécie que deseja cultivar:

  • Trepadeiras: de 1 a 2 metros entre as mudas.
  • Arbustivas e sempre florida: 1 metro entre as mudas.
  • Cercas vivas e silvestre: 50 a 80 cm entre as mudas.
  • Híbridas de chá: 50 cm entre as mudas.
  • Miniaturas: 20 a 30 cm entre as mudas.
  • Rasteiras: 30 cm entre as mudas.

Dicas para o cultivo saudável da roseira:

  • Regue a planta duas vezes na semana na primavera e verão e uma vez  no outono inverno; Mas suspenda a rega na temporada de chuva.
  • Cultive sob sol pleno ou meia sombra.
  • Cultive em solo fértil e bem drenado
  • Realize mudas através de estacas aproveitas da poda
  • Faça a poda a planta no início do inverno.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.

A cor da rosa é determinada através de enxertos, portanto se realizar mudas através de estacas as rosas irão nascer sempre na cor rosa, independente da planta que foi retirada a estaca.


 

Rosa da espécie arbustiva.

Roseira de espécie arbustiva.

Roseira da espécie silvestre, apresenta um grande perfume.

Espécie cerca viva, floresce desde a primavera até o outono.

Espécies hibridas de chá.

A rosa branca é muito utilizada em forma de chás e banhos.

Roseira de espécie trepadeira.

 

Visite também os posts:

Rosa para Europa.


Ipê rosa.


Pimenta rosa.


Envie comentário.

Tire suas dúvidas.

Curta no facebook.

Siga no twitter.

Sapatinho de jundia


O sapatinho-de-judia, (Thunbergia mysorensis), apresenta uma folhagem e inflorescência de grande exuberância, trata-se de uma trepadeira da família da tumbérgia, compostas de flores que nascem em formato de grandes cachos, que se abrem de 5 a 7 flores de cada vez, fazendo com que o cacho apresente flores por mais de um mês seguido.
Com flores são formadas de um mesclado de amarelo e marrom. Com folhagem que também auxilia no destaque das flores, devido ao verde escuro que as folhas apresentam; Com pequena queda de folhas no outono inverno, ajuda na conservação da limpeza do ambiente em que for cultivada.

Apropriada para cobrir pérgolados, onde a inflorescência pendente fica destacada. Atrai grande quantidade de beija-flores e borboletas. Utilizada em projetos de paisagismo em estilo tropical; Deve ser cultivada em locais com espaço para reproduzir suas flores que nascem penduradas em grandes cachos, com grande quantidade de flores.

Cuidados que o sapatinho de judia necessita:

  • Plante em substratos ricos em matéria orgânica.
  • Realize mudas através de estaquias
  • Cultive em solo fértil e bem drenado.
  • Regue a cada 10 dias pois a planta apresenta grande resistência a falta d’água.
  • Cultive sob sol pleno, ou meia sombra, a planta não tolera frio.
  • Adube com fertilizante mineral, Npk 04-14-08.